DestaquePiauí

ANEEL libera operação de 3 unidades geradoras de energia eólica no Piauí

As três unidades geradoras estão incluídas no Complexo Oitis, localizado no município de Dom Inocêncio.

O superintendente adjunto da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Rodrigo Cesar Neves Mendonça, liberou o início de operação a partir desta quinta-feira, 23, de três unidades geradoras de Usina Eólica no município de Dom Inocêncio, no Piauí.

A liberação foi publicada no Diário Oficial da União do dia 23 de fevereiro a liberação na modalidade de operação comercial das Unidades Geradoras UG1 a UG3, a partir desta data, com capacidade de produção de 5.500,00 KW, cada. Em operação, elas somam 16.500,00 kW.

Piauí é destaque na produção de energia eólica (Divulgação)

As três unidades geradoras estão incluídas no Complexo Oitis, localizado no município de Dom Inocêncio.

Cabe indicar que o Piauí é destaque nacional e em todo o continente na produção de energias renováveis, o Estado tinha até dezembro de 2022 um total de 83 empreendimentos de energia eólica em operação e somam um total de 2,44 GW de capacidade instalada. Com a liberação de operação das novas usinas, o número de empreendimentos vai para 86.

Os empreendimentos estão instalados nos municípios de Caldeirão Grande do Piauí, Curral Novo do Piauí, Ilha Grande, Lagoa do Barro do Piauí, Marcolândia, Parnaíba, Queimada Nova e Simões. Além dos já instalados, o Estado conta com um total de 30 empreendimentos em fase de construção, que terão um total de 1,25 GW de capacidade instalada. Entre as empresas que aguardam aval para instalação estão as usinas Vento Tupi e Palmas do Mar.

No Diário Oficial também foram liberados sete unidades geradoras, de UG1 a UG7, da Usina de energia eólica Oitis 3, de 5.500,00 kW, cada, no município de Casa Nova, na Bahia.

Também foram liberados na modalidade operação em teste a Unidade Geradora UG2, de 4.500,00, no município de Morro do Chapéu, na Bahia, cuja empresa interessada é a Ventos de São João XXIII Energias Renováveis S.A.

Fonte: Meio Norte

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias