Destaque

Apresentador da TV Piauí é condenado após proferir xingamentos contra W. Dias

O apresentador Rafael Dias, da TV Piauí, foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 5 mil por propaganda eleitoral negativa antecipada contra o ex-governador Wellington Dias.

Além de Rafael, foram condenados ao pagamento de multa no mesmo valor a TV Piauí e o Partido Liberal, do qual o apresentador é vice-presidente.

Rafael gravou um vídeo nos estúdios da TV Piauí e esculhambou com Wellington Dias, proferindo palavras como bandido, ladrão, vagabundo, moleque, safado, sacana, cretino, patife, larápio, entre outras.

O desembargador Hilo de Almeida entendeu que, embora críticas, ainda que ácidas e contundentes, estejam sob a proteção da liberdade de expressão e liberdade de imprensa, tenho que a extrapolação de limites no exercício desses direitos pode levar à condenação por propaganda eleitoral negativa.

Confira a declarações de Rafael Dias:

Cambada de ladrão. Vocês vão vocês vão queimar no fogo do inferno, mas antes isso a justiça dos homens vai prender vocês. Eu quero o nome do cara bem aqui, bote. Me diga o nome do cara. Eu vou falar o nome do cara. Pois me diga o nome dele. Mas você vai me dizer o nome dele. Bota pra cá Tati. Se vai me dizer dele.

Vou já dizer pra você de todo o Brasil o nome desse espírito sem luz. Está ligado ao povo do PT. Ladrão que nem o chefe da quadrilha, que saiu agora.

É rapaz! Cambada de ladrão! Aqui não tem medo de intimidação de você não!

Com “portalzinho sulanca!” Aqui eu desço é o cacete rapaz! Aqui eu não tenho um processo! Porque eu não respondo processo de quarenta e nove homicídios da Barragem dos Algodões, viu governador Wellington Dias? Eu não respondo processo por desvio de dinheiro público.

Cinquenta e quatro milhões da educação desse estado está com a sua mulher, a deputada Rejane.

Eu não respondo processo contra saques indevidos do FUNDEB que é o Fundo da Educação desse país. Que o senhor sacou duzentos e dez milhões de reais só esse ano e que a justiça lhe condenou a devolver e até agora nada.

Não adianta o senhor botar em “portalzinho sulanca”, que recebe dinheiro público. Está no portal da transparência.

Veja aí de onde é que eu recebo dinheiro. Eu trabalho, viu?

Seu moleque! Ladrão! Cabra safado! Tenho medo não! Você pensa que me afronta aqui mandando seus capanga? Seu vagabundo! De madrugada fazendo reportagem Fake News, rapaz, tentando denegrir a imagem dos outros, rapaz. Se feche, rapaz. Eu sou cidadão de bem, seu moleque. Estou falando com você, seu Wellington Dias, entendeu?! Eu falo é com o dono dos bois. Seu sacana! Seu cretino! Seu patife! Seu larápio! Ladrão!

Você pensou que eu não ia falar nada, que eu tenho medo? Eu não tenho medo de você e nenhuma da quadrilha desse PT daqui não, rapaz! Respeite minha família!

Seu…. rapaz está pensando o que, rapaz? Meu pai deixou uma coisa única, que meu pai deixou pra mim, de herança, foi o nome dele, rapaz. Você acha que eu vou sujar o nome do meu pai? Da minha família? Que eu vou fazer acordos obscuro, rapaz?

Minha vida é aberta. Minhas conta estão abertas aí, rapaz. Vem frescar. Abre suas contas, seu bandido! Seu ladrão! Me processa de novo, vagabundo!

Estou falando é do ex-governador Wellington Dias. Me processa, bosta! Merda! Não manda portalzinho fuleira falar merda não ,que não é verdade. Tu e essa tua corja de bandido do PT aqui no estado do Piauí. Nós não temos medo de vocês. Nós não temos medo de vocês.

Esse portaleco velho já responde inúmeros processos por fake news. Atingindo inclusive empresários, grandes empresários do estado do Piauí. É o caso do Jadielson. É o dono da distribuidora Dimensão. Entendeu?

Vocês atingem as famílias de todos. Só que comigo não, pai. Eu não tenho um processo. Desses aí não. De pegar no que é a lei. Cambada de ladrão safado.

Vocês vão queimar é no fogo do inferno. Mas antes disso vocês vão pra cadeia tudinho.

Vou estar vivo pra cá, pra ver e bater palma, ó. Vocês saindo de Camburão e eu batendo palma, ladrões, ladrões.

Alisson Bacelar, quinze por cento. Secretário de comunicação. Pensa que eu não sei? Tu pensas que eu tenho medo de ti? Eu não vou pra cima das tuas orelhas não, macho.

Eu vou pra cima de ti, safado.

Confira a decisão:

 

Fonte: 180graus

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo