Destaque

Bancário é preso após furtar mais de R$ 1 milhão de agência no Piauí

Reprodução/Polícia Civil do Piauí

Um bancário foi preso na tarde de terça-feira (31) acusado de furtar mais de 1 milhão de reais da agência do Banco do Brasil, onde trabalhava, na região central de Teresina, no Piauí. O suspeito passa por audiência de custódia nesta quarta-feira (1º) e pode ter a prisão preventiva decretada.

O coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Charles Pessoa, contou à CNN que representantes do banco procuraram a polícia e relataram que perceberam a falta da quantia.

Inicialmente, a instituição suspeitou que o funcionário fosse vítima de um crime já conhecido pelas autoridades, no qual a família de um bancário é feita refém e o profissional é ameaçado para furtar dinheiro do banco e levar aos criminosos.

Durante a investigação, os policiais descobriram que o bancário e sua família não foram vítimas de nenhum crime, portanto ele passou a ser tratado como suspeito. Uma quantia de dinheiro em espécie foi localizada na residência do funcionário do banco, que estava fugindo para o Ceará.

A polícia cearense foi acionada e interceptou o suspeito, que dirigia um carro registrado no próprio nome. No veículo, os agentes encontraram outro montante de dinheiro e a chave do cofre da agência bancária. O homem foi preso em flagrante.

Ainda segundo o delegado Charles Pessoa, o detido era um funcionário de confiança e passou a ser gerente substituto da agência, responsável pelo fluxo financeiro às segundas e sextas-feiras.

Agora, a polícia aguarda um relatório detalhado do Banco do Brasil para calcular se todo o dinheiro subtraído já foi encontrado pelas autoridades. O bancário responderá pelo crime de peculato.

CNN entrou em contato com o Banco do Brasil e aguarda um posicionamento da instituição.

Fonte: CNN

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias