DestaquePiauí

Bolsa de R$ 600 para se alfabetizarem no Piauí vale para jovens, adultos e idosos

O Governo do Estado regulamentou esta semana o Programa Alfabetiza Piauí, uma iniciativa destinada a reduzir os índices de analfabetismo no estado. Instituído pela Lei nº 8.327 de abril deste ano, o programa oferece uma bolsa de R$ 600 para jovens, adultos e idosos que se matricularem e avançarem no processo de alfabetização.

O Alfabetiza Piauí é voltado para pessoas com 15 anos ou mais que não sabem ler nem escrever, ou que estão em processo de alfabetização, conforme diagnóstico comprovado. A meta é alfabetizar 100 mil pessoas até o final de 2026, garantindo oportunidade de participação gradativa da população não alfabetizada em todos os Territórios de Desenvolvimento do estado.

O programa é desenhado para ser inclusivo e inclui atenção especial a pessoas com deficiência, povos indígenas, quilombolas, demais comunidades tradicionais e pessoas privadas de liberdade. As turmas serão formadas de acordo com as condições do alfabetizando.

Rear view of large group of students raising their arms to answer the question on a class at elementary school.

Como funciona o pagamento da bolsa?

Conforme o edital, a bolsa de R$ 600 será distribuída em três etapas:

1. R$ 200 após a confirmação da matrícula;

2. R$ 200 após três meses de aulas com frequência mínima de 75% e participação nos testes;

3. R$ 200 após a certificação do estudante e sua matrícula na etapa seguinte da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Seduc.

Para facilitar a participação, o programa também oferece transporte e alimentação aos alunos.

Caso a ausência do alfabetizando seja superior a 25% e motivada por ocorrência de caso fortuito ou força maior, poderá ser admitido o pagamento das parcelas mediante apresentação de justificativa validada pela Seduc-PI.

Inscrições

As matrículas para o Programa Alfabetiza Piauí já estão abertas. Os interessados devem procurar a gerência regional da Secretaria de Educação (Seduc) nos 12 territórios de desenvolvimento do estado ou diretamente nas escolas de EJA.

Para concluir a inscrição, é preciso apresentar, por meio físico ou eletrônico, dados como nome completo, número do documento de identidade, CPF, comprovante de endereço e dados bancários.

Seduc seleciona alfabetizadores e monitores

A Seduc lançou, na última terça-feira (4), um edital para a seleção de alfabetizadores, monitores e intérpretes de Libras voluntários para atuarem dentro do Programa Alfabetiza Piauí.

O alfabetizador será responsável por conduzir as atividades de ensino, aplicar avaliações diagnósticas e realizar ações de busca ativa. Já os profissionais tradutores-intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) deverão traduzir e interpretar as aulas para alunos com deficiência auditiva ou surdez, que utilizam Libras, seguindo a metodologia aplicada pelo alfabetizador da turma.

O monitor, por sua vez, deverá participar da organização das atividades pedagógicas e acompanhar o processo de ensino e aprendizagem junto com o alfabetizador responsável pela turma.

Vale ressaltar que os voluntários atuarão sem vínculo empregatício, assumindo tarefas de alfabetizar e auxiliar a alfabetização, mediante assinatura de termo de compromisso.

As inscrições estão abertas até o dia 12 de junho e podem ser realizadas neste link. A seleção será baseada em análise curricular e prova de títulos.

Fonte: Portal O Dia

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias