Destaque

Bolsa Família: W.Dias afirma que 2,5 milhões de benefícios são indevidos

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, afirmou, nesta quinta-feira (9/2), que cerca de 2,5 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família estão irregulares. Pelos novos cálculos do ministro, o número caiu drasticamente desde 11 de janeiro, quando Dias estimou que cerca de 10 milhões de benefícios tinham “indícios de irregularidades”.

FOTO: REPRODUÇÃO

Dias ainda acusa o governo de Jair Bolsonaro de fazer uma “bagunça” no CadÚnico em troca de votos. O que, segundo o ministro, está sob investigação. “Foi desmantelado o cérebro do Cadastro Único. É como se tivesse uma bagunça para perder o controle”, disse o ministro em entrevista ao G1.

“Temos, infelizmente, pessoas com renda elevada, com nove salários mínimos, recebendo Bolsa Família. E pessoas sem renda, com fome, que não conseguem acessar [o programa]. É mais que uma atualização de cadastro, é justiça social“, declarou.

O pagamento do Bolsa Família de fevereiro será antecipado. O dinheiro deve ser liberado na próxima segunda-feira (13/2). O valor mínimo do benefício é de R$ 600. A partir de março, deve começar o pagamento do acréscimo de R$ 150 por criança de até seis anos por família.

Fonte: 180graus via g1

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias