Municípios

Coronavírus: sem isolamento social, Teresina pode registrar 5 mil mortos em poucos meses

O prefeito Firmino Filho criticou os gestores que estão adotando o isolamento vertical. Para o prefeito, essa medida trará sérios problemas porque não reduz a velocidade da propagação do novo coronavírus e, consequentemente, gerará mais mortes. No Piauí, somente o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, aderiu a medida sugerida pelo presidente Bolsonaro.

Firmino destacou ainda que a economia voltará a girar novamente; as vidas perdidas, no entanto, não serão ressuscitadas. “Se não houver medida, em restrição, o que poderá acontecer: vamos ter uma rapidez de propagação. Em poucos meses, 60% da população estará contaminada e 1% vai ser levada a óbito”, ressaltou Firmino.

A população estimada em Teresina, de acordo com o IBGE, é de 864 mil, segundo projeção divulgada em 2019. Seguindo os dados repassados pelo prefeito, isso quer dizer que em poucos meses 518 mil teresinenses estariam infectados com o novo coronavírus e, desse total, mais de 5 mil iriam a óbito.

“Isso não é brincadeira. Estamos falando da vida de pessoas. O que especialistas dizem é que não temos vacina, nem remédio. Qual a unica alternativa? O isolamento social. Ou seja, é necessário que as pessoas fiquem em casa. Senão, muitos vão morrer sem conseguir acessar um hospital. É o que está acontecendo na Itália, por exemplo”, ressaltou o tucano.

ISOLAMENTO VERTICAL NÃO FUNCIONOU

Firmino criticou o isolamento vertical. Segundo o prefeito, as experiências na Inglaterra e na Holanda já demonstraram que ele não funciona.

“A estratégia era deixar o vírus rodar entre os mais novos e segregar os mais velhos. É impossível numa sociedade não haver contato entre os mais jovens e os idosos. Por maior que seja a tentativa, não funciona. Ela aumenta entre os mais novos que se tornam vetores”, justificou Firmino. 

Por fim, o prefeito destacou que a vida vale mais que a economia e que é importante que a população saia viva dessa crise. “Se o país fizer as boas escolhas, vão minimizar os custos econômicos de toda essa crise”, completou Firmino.

Fonte: Oito Meia

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar