Destaque

De jatinho a suíte presidencial, as mordomias nas viagens de Lula

O PT não tem poupado dinheiro público para garantir mordomias ao ex-presidente Lula nas viagens que ele tem feito pelo país durante a pré-campanha pela Presidência da República.

Com recursos do fundo partidário, a legenda banca fretamento de jatinho, aluguel de carro de luxo blindado e hospedagem em suíte presidencial para dar conforto a Lula e a sua mulher, Rosângela Silva, a Janja.

Os gastos aparecem detalhados na mais recente prestação de contas que o partido apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral.

Logo após recuperar o direito de disputar a eleição presidencial com a anulação de suas condenações na Lava Jato pelo Supremo Tribunal Federal, Lula viajou a Brasília em maio do ano passado para uma rodada de encontros políticos.

De jatinho a suíte presidencial, as mordomias nas viagens de Lula

A viagem de São Paulo à capital federal foi feita em um jatinho Learjet. Lula estava acompanhado de Janja, dois seguranças e três assessores.

O aluguel da aeronave custou R$ 84,8 mil ao PT — ou aos cofres públicos, já que a origem do dinheiro é o fundo partidário.

Nos quatro dias que ficou em Brasília, Lula e Janja se hospedaram na luxuosa suíte presidencial de 102 metros quadros de um hotel cinco estrelas da região central da cidade. A diária custou R$ 2,5 mil.

Os assessores e seguranças dormiram em quartos mais modestos, com diárias que variavam de R$ 369 a R$ 569.

Junto com a fatura de R$ 10 mil pelos quatro dias de hospedagem, o PT pagou mais R$ 3,7 mil com comidas e bebidas servidas no quarto de Lula e Janja.

Três meses depois, em agosto, o PT fretou um jatinho maior e mais luxuoso — um Challenger — por R$ 498 mil, para que uma comitiva liderada por Lula fizesse um tour de doze dias por seis estados do Nordeste.

O Challenger apresentou problema no período e o giro foi concluído com outra aeronave, o que fez a empresa de táxi aéreo reduzir o preço original do aluguel em R$ 150 mil.

Em cada uma das capitais que Lula visitou, além das hospedagens em hotéis cinco estrelas à beira-mar para todo o staff, o PT também arcou com o aluguel de salas para as reuniões, além de de equipamentos e carros blindados para os deslocamentos do ex-presidente. Em Teresina, por exemplo, ele andou a bordo de um luxuoso Volvo.

Incluindo as despesas com os demais integrantes da comitiva, como o fotógrafo oficial de Lula e a assessora que atualiza as redes sociais do petista, o tour pelo Nordeste custou cerca de R$ 800 mil.

Neste ano, as viagens de pré-campanha se intensificaram. Em cinco meses, o PT já gastou com a agência de viagens com a qual tem contrato e com fretamento de jatinhos quase os mesmos R$ 2,5 milhões que foram gastos em todo o ano passado. Os detalhes dessas despesas, porém, só serão apresentados à Justiça Eleitoral no ano que vem.

Principal adversário de Lula nas eleições deste ano, o presidente Jair Bolsonaro também desfruta de mordomias, inclusive nos eventos relacionados à campanha — ele voa a bordo do avião presidencial e se hospeda em hotéis de luxo, tudo bancado igualmente com recursos públicos.

Fonte: Metrópoles

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo