Destaque

Empresa comercializa cabeça decapitada de Bolsonaro e causa polêmica

A empresa Gorila Company causou a maior polêmica nas redes sociais após fabricar a cabeça degolada do presidente Jair Bolsonaro. A empresa pertence a Marcello Tamaro e Pedro Millas.

Um dos proprietários da Gorila Company publicou uma foto em que ele aparece segurando a cabeça réplica decapitada de Bolsonaro. Ele ainda pergunta aos seguidores o que eles fariam com a cabeça, afirmando que ele já jogou futebol com ela.

Após a polêmica, eles excluíram a  publicação. Veja:

    Reprodução / Instagram

O projeto Freedom Kick foi lançado por coletivo de arte e ativismo Indecline, em colaboração com o artista espanhol Eugenio Merino. Bolsonaro, Donald Trump e o russo Vladimir Putin terão suas cabeças representadas em obras ultrarrealistas.

    Reprodução / Instagram
    Reprodução / Instagram

Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar