MunicípiosPiauí

‘Golpista do amor’: suspeito de fingir ser rico para enganar mulheres é preso em motel no Piauí

Um homem de 35 anos identificado como José Moisés foi preso na noite desta terça-feira (27) em um motel em na zona Leste de Teresina, suspeito de enganar mulheres, se relacionando com elas para convencê-las a comprar veículos para ele. Em seguida, ele teria adulterado os veículos e revendido. O g1 tentou entrar em contato com a defesa do suspeito, mas não obteve retorno até a última atualização.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontaram que o suspeito se apresentava às vítimas demonstrando um alto padrão de vida, e após construir uma relação de intimidade com as vítimas, pedia que as vítimas comprassem veículos para ele, alegando não poder ter bens em seu nome, e prometendo que devolveria os valores.

Depois de receber os veículos, o homem desaparecia. As vítimas não conseguiam mais entrar em contato com ele. Em seguida, o suspeito teria adulterado os chassis dos veículos que recebeu para vendê-los.

“Tudo começou com o relato de uma das vítimas que chegou até nós relatando que teria sofrido o golpe do suspeito. De acordo com ela, o rapaz demonstrava um padrão de vida e teria a enganado. Começamos a entender a dimensão do golpe que ele havia aplicado nela e do prejuízo financeiro e patrimonial”, informou o delegado Rony da Rocha.

Até o momento três mulheres prestaram queixa contra o rapaz, mas a Polícia Civil acredita que esse número tenda a aumentar.

Uma dessas vítimas, uma mulher do estado do Ceará, comprou um dos carros adulterados. Segundo o delegado, a mulher teria confiado em fechar o negócio por conta da forma como o homem se apresentava, como alguém com alto poder aquisitivo.

Ainda segundo a investigação, José também é suspeito de vender veículos com chassi adulterado e ainda de aplicar golpes em hotéis, onde se hospedava e saia sem efetuar qualquer pagamento.

Moisés foi preso em um motel em que se encontrava sozinho. A polícia acredita que o local seria mais uma das vítimas do estelionatário. A prisão foi realizada pela Superintendência de Operações Integradas (SOI) da Secretaria de Segurança Pública do Piauí. (SSP-PI).

Fonte: g1 PI

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias