MunicípiosPiauí

Governador anuncia novo concurso para a Polícia Militar

Roberta Aline/Cidadeverde.com

O governador Wellington Dias anunciou concurso público para a Polícia Militar.  O edital deve sair em neste mês de outubro. Um levantamento é feito nos municipios para preencher as vagas.

“Anuncio aqui um concurso. Ainda não sabemos total de vagas, mas antes fazemos um levantamento da necessidade de cada um dos 224 municipios”, disse o governador em solenidade no Quartel do Comando Geral, nesta quinta-feira(08), para entrega de equipamentos para a Polícia Militar.

Sobre as promoções, o governador anunciou um cronograma. Segundo ele, a lei permite que promoções sejam realizadas apesar do momento de crise.

“Estamos trabalhando a estrutura e destaque para investimentos em equipamentos. Garantir a tecnologia para vencer a criminalidade. É de conhecimento público que em razão da crise nacional caíram as receitas. Anunciei que estamos cumprindo com as regras das promoções. A lei que impede aumento de despesas deixou a possibilidade da implementação de promoções. Tanto para a área militar, civil, mas também de outras áreas do estado. Estamos iniciamos o cronograma de implementação”, destacou.

Wellington Dias afirma que trabalha para criar uma gestão integrada entre todos os estados do Nordeste, dentro de sua gestão na presidência do Consórcio do Nordeste.

“Queremos criar uma força de segurança Nordeste. O objetivo é ter um plano para a região. Uma estratégia que pode nos permitir maximizar o potencial que temos. A exemplo da Força Nacional, somando-se a ela, ter no Nordeste um conjunto de recursos humanos e equipamentos para toda região. No caso dos Bombeiros, com a Defesa Civil é possível atuar juntos. São ações integradas assim que acreditamos”, afirma.

Para avançar na segurança, os Estados devem investir em tecnologia. Em solenidade realizada no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, o governador entregou armas e drones para a corporação.

“Com a tecnologia avançada. Estamos próximos para trabalhar experiências com câmera de  monitoramento. Para ter uma base de informações. Entregamos drones, que para a área da tecnologia é fundamental . Além dos olhos humanos, a segurança precisa de áreas integradas. Esse caminho é o que o Piauí quer. Não existe uma ilha na segurança. Se um Estado vai bem, os outros precisam ir bem também. Nos interessa que os outros estados avancem. O crime se organiza no Brasil inteiro. Entregamos aqui também armas para a coorporação”, alertou.

Flash de Lídia Brito
[email protected]

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar