Destaque

Governo pode pagar mais na 1º parcela do Auxílio Emergencial

Governo pode pagar mais na 1º parcela do Auxílio Emergencial

O Governador do Piauí, Wellington Dias, relatou que o Congresso vem estudando a possibilidade de compensar a falta de pagamento do auxílio emergencial referente aos meses de janeiro e fevereiro. A compensação então seria liberar um valor maior na primeira parcela que deve acontecer ainda em março.

A fala do governador aconteceu após uma reunião juntamente com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). De acordo com Wellington Dias, existe uma lacuna que precisa ser reajustada com a falta de pagamento nos meses de janeiro e fevereiro. Logo, o governo pode ampliar o pagamento da primeira parcela.

É importante lembrar que o governo atualmente vem estudando duas possibilidades de valor, sendo elas a primeira com um valor único de R$ 250 por beneficiários. Bem como a liberação de valores correspondentes a composição familiar, onde famílias com uma única pessoa seria pago uma parcela de R$ 150, para mães chefes de família sendo pago um valor de R$ 375 e no restante dos casos o pagamento de R$ 250.

A PEC Emergencial que dá o aval para que o governo retorne com os pagamentos do auxílio emergencial foi aprovada nesta quinta-feira (4) no Senado Federal, agora a medida segue para aprovação da Câmara dos Deputados.

Assim que a PEC for aprovada e promulgada, o governo deve editar uma Medida Provisória constando todas as definições da nova liberação, como valor, parcelas e condições. Até lá, segue em debate a viabilidade de valores bem como do número de parcelas e as condições para ter aceso ao auxílio.

Fonte: Jornal Contábil

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar