Destaque

Instituto descobre que famílias recebiam salários de servidores mortos no Piauí

Instituto descobre que famílias recebiam salários de servidores mortos no Piauí

O presidente do Instituto de Previdência do Piauí, Ricardo Pontes, informou, nesta terça-feira (23), que foi bloqueado o pagamento dos proventos e pensões de 6.323 aposentados e pensionistas porque não fizeram a prova de vida, que o Governo do Estado promoveu de julho ao dia 31 de outubro.

Dos 6.326 servidores públicos estaduais que tiveram o pagamento de aposentadorias e pensões bloqueados, 3.826 são aposentados e 2.497 pensionistas.

Ricardo Pontes falou que durante a realização da prova de vida, o Instituto de Previdência do Piauí identificou no Registro Nacional de Óbitos que familiares estavam praticando fraudes e recebendo os proventos e pensões dos aposentados e pensionistas mortos.

O presidente disse que o Instituto de Previdência do Piauí vai solicitar a indenização e o ressarcimento dos proventos e pensões recebidos de forma fraudulenta por suas famílias e resgatar os recursos das contas bancários dos beneficiários mortos

Fonte: Meio Norte

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar