Destaque

Março começa com GRANDE PRESENTE para os beneficiários do Bolsa Família

O governo pagará um bônus de R$ 150 para as famílias que possuem crianças de até 6 anos de idade

Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Brasil. O seu objetivo é beneficiar milhares de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no país.

O programa foi instituído em 2003, durante o governo Lula. Mas, em 2021, o governo de Jair Bolsonaro extinguiu o Bolsa Família e o substituiu pelo Auxílio Brasil. No entanto, com o retorno de Lula à presidência, o programa voltou a beneficiar as famílias mais necessitadas.

Sendo assim, trouxe inúmeras vantagens e muitas novidades para os beneficiários. Uma das novidades mais aguardadas do programa diz respeito ao bônus que o novo governo prometeu pagar para um grupo de beneficiários.

A seguir, confira todas as informações sobre como o bônus será pago e fique por dentro de todas as novidades!

Bônus do Bolsa Família será pago a partir de março

Atualmente, o valor do Bolsa Família é de R$ 600. A instituição do valor se deu por meio de Medida Provisória e valerá até o final do ano. Assim, este será o valor que o público em geral irá receber mensalmente.

No entanto, o governo ainda pagará um bônus de R$ 150 para as famílias que possuem crianças de até 6 anos de idade como integrante familiar. As famílias poderão cadastrar até duas crianças, ou seja, o bônus poderá chegar a ser de R$ 300, resultando em um benefício total de R$ 900.

Mas os valores ainda não estão sendo repassados. Isso porque estima-se que boa parte dos beneficiários recebem o Bolsa Família de forma irregular. Por isso, o novo governo está realizando um pente-fino no CadÚnico, base de dados com as informações dos beneficiários para a distribuição de renda.

A atualização das informações já começaram. Dessa forma, a expectativa é que o repasse do bônus já comece a ser efetuado no pagamento de março.

Pente-fino do Bolsa Família

O Governo Federal irá convocar 5 milhões de pessoas para o pente-fino do Bolsa Família a partir de março. Os convocados deverão comparecer ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do seu município para atualizar as suas informações do CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal).

Estima-se que cerca de 1,7 milhão dos beneficiários convocados apresentem irregularidades no cadastro. Sendo assim, quem não estiver de acordo com as exigências do novo Bolsa Família será automaticamente excluído do programa.

O governo irá divulgar uma campanha de utilidade pública, a fim de orientar as famílias sobre a atualização do CadÚnico, bem como para informar sobre o cadastro considerado regular ou irregular.

Regras para receber o bônus

A principal regra para conseguir os pagamentos mensais do Bolsa Família é se cadastrar no CadÚnico, pois esta é a base de dados utilizada pelo Governo Federal para identificar as famílias necessitadas. Sendo assim, este é o primeiro passo para participar do programa.

Além disso, para receber o bônus de até R$ 300 é necessário ter crianças de até 6 anos de idade no seu grupo familiar. Também é necessário cumprir todas as regras do programa. A seguir, confira todas as regras para participar do Bolsa Família:

  • Ter cadastro ativo e atualizado no CadÚnico (Cadastro Único) do Governo Federal;
  • Se enquadrar em estado de extrema pobreza (renda de até R$ 105 por pessoa) ou em estado de pobreza (renda de até R$ 210 por pessoa);
  • Ter algum membro familiar que seja membro do Benefício de Prestação Continuada (BPC) do INSS.
  • As crianças precisam estar devidamente matriculadas em uma instituição de ensino e frequentando as aulas;
  • Manter a vacinação das crianças em dia e comprovar no cadastro do benefício por meio do cartão de vacinação;
  • Gestantes deverão estar realizando o pré-natal;
  • Lactantes (mães que amamentam) também deverão receber acompanhamento do sistema de saúde.

O pagamento é veiculado por meio da Caixa Econômica Federal e o calendário segue a distribuição dos grupos de acordo com a último número do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários.

Fonte: Notícias Concursos

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias