Destaque

Martelo batido, PAIS SOLTEIROS de todo o Brasil recebem EXCELENTE NOTÍCIA sobre o BOLSA FAMÍLIA

Poderão receber o adicional de R$ 150, todos os tipos de famílias, incluindo as monoparentais chefiadas por pais solteiros. Além desse, outro acréscimo deve ser implementado no programa social.

O novo Bolsa Família está previsto para ser oficializado em março de 2023. Além do pagamento fixo de R$ 600, as famílias contarão com um adicional de R$ 150 para até duas crianças com seis anos de idade. Lembrando que o pagamento do acréscimo independe da composição familiar.

Em suma, poderão receber o referido adicional todos os tipos de famílias, incluindo as monoparentais chefiadas por pais solteiros. De acordo com Wellington Dias, Ministro do Desenvolvimento Social, o governo ainda estuda pagar um novo valor para os filhos de 7 a 18 anos pelo programa social.

Sendo assim, haverá um novo acréscimo no benefício do Bolsa Família, contemplando crianças e adolescentes. Segundo Dias, “no valor per capita, volta a ter um valor de acréscimo, por criança de sete anos até completar 18 anos. Estamos acertando o valor, que será além dos R$ 150 por criança até seis anos”.

Regras para receber Bolsa Família

Para entrar no programa, o cidadão deve ter inscrição ativa no Cadastro Único (CadÚnico) e corresponder aos seguintes requisitos:

  • Estar em situação de extrema pobreza – renda familiar mensal por pessoa de até R$ 105,00; ou
  • Estar em situação de pobreza (desde que tenham, entre os seus membros, gestantes ou pessoas menores de 21 anos) – renda familiar mensal por pessoa entre R$ 105,01 e R$ 210,00; ou
  • Ter entre os membros que residam na mesma casa e sejam inscritos no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Após a oficialização do Bolsa Família, a equipe de LULA ainda prevê colocar mais 4 regras, sendo elas:

  • Comprovar a matrícula das crianças na escola;
  • Apresentar os comprovantes de vacinação dos menores de idade;
  • Gestantes devem se submeter ao acompanhamento de pré-natal.
  • Nutrizes (mães que estão amamentando) também devem passar por um acompanhamento.

Bolsa Família de março será antecipado

A antecipação no pagamento do Bolsa Família no mês de março será destinado as famílias que residem nos locais que foram afetados pelas fortes chuvas e desastres naturais. Em outras palavras, a medida contemplará todos os beneficiários que moram em áreas que tiveram o decretado de estado de calamidade ou emergência pública.

Neste sentido, famílias que residem nos municípios do estado de São Paulo que foram atingidos pelos desastres serão atendias. De acordo com a pasta, o repasse será unificado e acontecerá no dia 20 de março, primeiro dia do pagamento, para todos os beneficiários, independente da data em que originalmente receberiam o benefício.

Calendário de março do Bolsa Família

Para as demais famílias, ou seja, que não estão sofrendo com as fortes chuvas, os repasses ocorrerão nas datas previamente divulgadas pelo Governo Federal. Confira:

  • 20/03 – Final de NIS 1;
  • 21/03 – Final de NIS 2;
  • 22/03 – Final de NIS 3;
  • 23/03 – Final de NIS 4;
  • 24/03 – Final de NIS 5;
  • 27/03 – Final de NIS 6;
  • 28/03 – Final de NIS 7;
  • 29/03 – Final de NIS 8;
  • 30/03 – Final de NIS 9;
  • 31/03 – Final de NIS 0.

Como consultar o benefício?

Veja as opções para consultar o benefício a seguir:

Consulta no App CadÚnico

  1. Acesse o App CadÚnico e faça login usando seu CPF;
  2. Selecione a opção “Consulta completa”;
  3. Confira se o cadastro está atualizado e com benefício ativo.

Consulta no App Bolsa Família

  1. Acesse o App Bolsa Família ou App Auxílio Brasil e faça login usando seu CPF;
  2. Na primeira página o aplicativo vai mostrar se a família foi aprovada, fazendo o reconhecimento por meio do CPF.

Por telefone

  • Central de Atendimento 111 – Caixa Econômica Federal;
  • Central de Atendimento 121 – Ministério da Cidadania.

Fonte: Notícias Concursos

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias