DestaquePiauí

Mesmo com fortes chuvas, Piauí pode registrar período chuvoso mais quente da história

As chuvas no início de ano no Piauí serão massivas, mas totalmente irregulares, podendo causar, assim, o período chuvoso mais quente da história já registrado, apontou a meteorologia.

De acordo com o climatologista Werton Costa, as altas temperaturas, mesmo com as chuvas, se darão devido ao fenômeno climático El Niño, caracterizado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico e responsável por tornar o ano de 2023 o mais quente da história.

FOTO: REPRODUÇÃO

“Esse que será o problema, nós teremos grandes chuvas, no entanto, o El Niño que tanto nos massacra, causará altas temperaturas que podem nos afetar fortemente”, explicou o climatologista Werton Costa, diretor de prevenção da Defesa Civil.

Conforme o climatologista, o período chuvoso poderá contar com grandes volumes, alterações ventosas e bastante raios, principalmente na região Sul do estado, mas que esse fenômeno afetará todo o Piauí, durante os três primeiros dias de janeiro.

“O homem do cerrado pode ficar tranquilo, mesmo com o calor, a chuva vai cair, de maneira mais intensa nos primeiros dias, que poderá ajudar a encher reservatórios, molhar o solo e com o tempo de maneira ainda mais forte”, afirmou.

Ainda nesta segunda-feira (1º), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja de chuvas intensas para toda região Sul, Sudeste e Sudoeste do estado. Já Teresina e a parte Norte do estado estão em alerta amarelo. O alerta será mantido até as 10h desta terça-feira (2), mas poderá ser renovado.

Previsão do tempo indica chuvas irregulares no Piauí durante o mês de janeiro

Impactos do El Niño no Piauí

O fenômeno climático El Niño deve durar ao menos até abril de 2024, conforme a última atualização divulgada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) em novembro. Segundo a agência da ONU, o fenômeno se desenvolveu rapidamente em 2023 e pode atingir seu pico no primeiro semestre deste ano.

No Piauí esse fenômeno será percebido, de acordo com as previsões da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), de três formas:

  • quantitativo de chuvas;
  • aumento da temperatura;
  • diminuição da umidade.

Conforme as previsões para o Piauí, o fenômeno vai impactar mais intensamente no final do período chuvoso do estado.

“Geralmente dezembro, janeiro e fevereiro têm uma temperatura mais amena, só que neste trimestre os modelos de previsão estão apontando que as temperaturas ficarão acima da média, se comparar com os anos anteriores”, afirmou a climatologista Sara Cardoso, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semarh).

Fonte: g1 PI

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias