Destaque

Mulher finge estar grávida 17 vezes para ganhar benefícios do governo

Barbara Ioele foi condenada a um ano e meio de prisão por fingir 17 gestações. Durante um período de 24 anos, ela, que é uma italiana de 50 anos, afirmou ter dado à luz cinco vezes e sofrido 12 abortos, acumulando 110 mil euros (aproximadamente 475 mil reais) em auxílios maternidade.

Imagem ilustrativa
FOTO: FREEPIK

As autoridades descobriram que nenhuma das crianças estava registrada, e sua última alegada gravidez, ocorrida em dezembro, era uma farsa. O esquema, desmascarado após vigilância de nove meses, envolvia o uso de almofadas e estava vinculado a certificados de nascimento roubados de uma clínica em Roma.

O companheiro dela, Davide Pizzinato, testemunhou contra ela para reduzir sua própria pena.

Fonte: Mundo ao Minuto

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias