Picos

Outdoors são retirados das margens das BRs 316 e 407 em Picos por determinação do DNIT

Na manhã desta sexta-feira (19) equipes do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) iniciaram a remoção de veículos de propaganda visual (outdoors) localizados às margens das BRs 316 e 407, perímetro urbano de Picos.

A ação aconteceu com o apoio da Secretaria Municipal de Defesa Civil e Polícia Rodoviária Federal.

Segundo o supervisor regional do DNIT, o engenheiro Elvomarton Lima, a demanda de retirada dos painéis de propaganda, já era antiga.

“Não é permitido nenhum tipo de publicidade ao longo das rodovias na faixa de domínio. Há uma determinação de que a gente remova todo tipo de painéis, placas, outdoors, qualquer tipo de publicidade, por uma questão de poluição visual, obstrução da sinalização vertical, e isso torna mais limpa a visão do usuário da rodovia”, argumentou Elvomarton.

O engenheiro falou ainda que os proprietários de empresas que inserem propagandas de forma irregular às margens das rodovias federais, deveriam ser multados.

“A gente espera que no futuro nós possamos gerar algum tipo de multa, ou de guia de recolhimento da União, como uma maneira de fazer com que o proprietário faça ele mesmo a remoção […]. A gente espera que isso seja regularizado pelo DNIT, e a gente emita uma multa e a pessoa proceda, por si só, nessa remoção, porque tudo envolve custos”, acrescentou.

Trailers

Elvomarton Lima afirmou também que trailers irregulares, situados às margens da rodovia, também serão removidos.

“Já está definido para ser feita a remoção, só não decidimos ainda quando proceder com o início dessa remoção. Eu entendo que seria de bom tom levarmos em consideração a situação em que o país está passando, e nessa ideia nós vamos manter um entendimento com meu superior, o superintendente [do DNIT] dr. Ribamar Bastos, e o parceiro nesse trabalho, que é a prefeitura de Picos, a gente vai conversar e vamos decidir quando fazer [a retirada]”, afirmou.

Mirolândia

O supervisor regional do DNIT ainda mencionou as barracas de comercialização de castanhas de caju e mel, que ficam situadas na Mirolândia. Segundo ele, há uma necessidade de readequar a localização dos quiosques.

“A ocupação na Mirolândia, que é bastante antiga, é algo também que merece atenção por parte do DNIT. Nós sabemos da importância econômica e geração de renda daquela atividade comercial praticada por cada morador, e a renda familiar de cada proprietário daquelas barracas. Nós já fizemos o levantamento cadastral e a posição de cada uma delas, e nós temos a intenção de chamar a prefeitura, alguma secretaria estadual, talvez, ou a Universidade Federal do Piauí, ou a UESPI, para a gente fazer um fórum de debates para ver uma alternativa para aquele pessoal. Nós entendemos que aquele pessoal merece uma atenção especial, para talvez os órgãos se reunirem para fazer um local onde venha se concentrar a organização dessas barracas para que eles possam manter a renda deles, sem comprometer a segurança deles e de usuários da rodovia”, concluiu Elvomarton.

Fonte: Grande Picos

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar