MunicípiosPiauí

Padre Chiquinho morre aos 53 anos vítima de infarto no Piauí

padre Francisco Borges, conhecido como padre Chiquinho, morreu neste domingo (10), vítima de um infarto, aos 53 anos, em Teresina. O padre foi socorrido e levado a um hospital na Zona Norte de Teresina, mas não resistiu.

Padre Chiquinho tinha 24 anos de sacerdócio, e era bastante popular na capital. Atualmente administrador paroquial da Área Pastoral Santa Bárbara, na Zona Leste, e era coordenador da Caminhada da Fraternidade, um dos principais eventos anuais da igreja católica no Piauí.

O padre deve ser velado na Área Pastoral Santa Bárbara na noite de domingo (10). Na manhã de segunda-feira (11), ele será levado para União, onde será velado e sepultado pela família.

“Ele era um padre que sabia estar no meio do clero, e que sabia estar no meio dos pobres, e lutava por eles sem se afastar do meio dos ricos, dos políticos… Por isso a morte dele causa um abalo em Teresina. Como disse hoje o Dom Juarez: foi uma notícia-golpe que nos pegou hoje. É muito lamentável, muito difícil. Era uma pessoa muito espontânea, muito brincalhona, era o jeito dele” comentou o padre Anderson Lopes, reitor do Seminário de Filosofia Dom Edilberto Dinkelborg e vigário da paróquia São João XXIII e São João Batista.

Padre Chiquinho em foto no dia 2 de dezembro, durante o planejamento da Caminhada da Fraternidade — Foto: Arquidiocese de Teresina

Veja abaixo as notas de pesar publicadas em homenagem ao padre Chiquinho:

Arquidiocese de Tersina

Com profundo pesar a Arquidiocese de Tersina comunica o falecimento do Padre Francisco Ferreira Borges, conhecido carinhosamente como Padre Chiquinho, que fez sua Páscoa na tarde deste 2° Domingo do Advento, dia 10 de dezembro, aos 53 anos.

Filho da cidade de Unoão (Piauí), padre Chiquinho tinha 24 anos de sacerdócio e era administrador paroquial da Área Pastoral Santa Bárbara, localizada na Zona Leste de Teresina. Atualmente, também atuava como coordenador da Caminhada da Fraternidade e era membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores.

Com uma vida de dedicação ao anúncio do Reino de Deus, padre Chiquinho era um apóstolo da alegria, evangelizando com seu jeito único de cativar corações e despertar lideranças. Amigo dos amigos de Jesus, em todas as comunidades por onde passou deixou marcas por meio de um grande trabalho missionário e evangelizador, especialmente no contato com as famílias e a juventude.

Neste momento de profunda saudade, mas cheios de esperança na vida eterna, pedimos ao Senhor que console o coração de todo o nosso Clero, familiares e amigos, e conceda a este querido sacerdote a recompensa no Reino dos Céus.

Wellington Dias, Ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome:

Foi com grande tristeza que recebi a notícia da morte do Padre Francisco Ferreira Borges, o “Padre Chiquinho”. Natural da cidade de União, no Norte do Piauí, o Padre Borges era muito respeitado, conhecido e querido por mim e pelos piauienses.

Gostaria de deixar aqui o meu forte abraço aos amigos e familiares do Padre Chiquinho que deixará muita saudade pela sua dedicação e alegria em trabalhar nas obras da Igreja.

Que Deus conforte o coração de todos e todas.

Meus sentimentos.

Wellington Dias, Ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome

Rafael Fonteles, Governador do Piauí

Lamentamos profundamente o falecimento do Padre Francisco Borges, o Pe. Chiquinho, ocorrido neste domingo.

Sua presença foi verdadeiramente inspiradora, e sua dedicação à fé e à comunidade deixou uma marca significativa nas vidas de muitas pessoas.

Que Deus o receba e conforte familiares e amigos.

Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa:

É com profundo pesar que lamento o falecimento do Pe. Francisco Borges, o nosso Pe. Chiquinho.

Ele nos deixa um enorme legado de carisma, espiritualidade e humildade.

Sua partida precoce nos inunda de enorme tristeza. Neste momento de dor, externo minhas condolências aos familiares e amigos.

Deputado estadual Franzé Silva:

Com muita tristeza, recebi a notícia do falecimento do Padre Francisco Borges, neste domingo. Padre Chiquinho, como também era conhecido, era pároco da Igreja de Santa Bárbara, no bairro Vale do Gavião, em Teresina, tendo ali desempenhado um relevante trabalho de evangelização. Ele também já foi vigário dos municípios de Monsenhor Gil e Demerval Lobão. Rogo a Deus que, em Sua infinita misericórdia, receba a alma de Padre Francisco Borges e conforte os corações dos familiares e amigos, neste momento de dor desta inestimável perda.

Deputado estadual Fábio Novo:

Hoje perdemos o Padre Chiquinho, um grande amigo e guia espiritual. Ontem pude lhe dar esse abraço, sem imaginar que hoje estaríamos sem você. Fomos abençoados por suas palavras, orientações e sua presença sempre acolhedora.

Sua partida deixa um enorme vazio em nossos corações, mas que também nos inspire a seguir o exemplo de amor e serviço ao próximo que ele nos deixou. Pe. Chiquinho, sua luz continuará a brilhar através de todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Descanse em paz, querido amigo.

Vereador Enzo Samuel:

Com profundo pesar, lamentamos o falecimento do Padre Francisco Borges, ocorrido neste domingo (10).

O Padre Chiquinho, como era carinhosamente conhecido, era um pároco querido por muitos teresinenses, com 24 anos de sacerdócio. Em sua trajetória, dedicou-se à evangelização e ao serviço aos mais necessitados.

Tivemos a oportunidade de estarmos juntos dias atrás, na celebração dos festejos de Santa Bárbara, na zona leste de Teresina. Foi um momento de muita alegria e comunhão.

Neste momento de tristeza e saudade, pedimos a Deus que o acolha em sua morada eterna e conforte o coração da família, amigos e fiéis.

Seu exemplo e legado permanecerão vivos em nossos corações. 🖤

Ex-deputada Teresa Britto:

Foi com muita tristeza que recebemos a notícia do falecimento do querido Padre Francisco Borges, nosso Pe Chiquinho. Ele era um amigo de longas datas! Fizemos muitos trabalhos sociais e de evangelização juntos! Ele estava vivendo um dos melhores momentos de sua vida religiosa, era o coordenador da Caminhada da Fraternidade do próximo ano… Pároco da Área Pastoral de Santa Bárbara… Que Deus conforte sua família e nós seus amig@s, é que o acolha na vida eterna! Aqui recebendo o merecido título de cidadão Teresinense!!!

Fonte: g1 Piauí

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias