DestaqueGeral

Padroeiro da internet: jovem deve virar santo da Igreja Católica

PPN-IMG-4af09b4d9c91e353201e.jpg
FOTO: REPRODUÇÃO

O Vaticano informou, nesta quinta-feira (23), que o papa Francisco reconheceu um segundo milagre do jovem Carlo Acutis, o “padroeiro da internet”. O beato, que morreu aos 15 anos por complicações de uma leucemia, deve ser o primeiro santo da geração Millennial.

Beatificado em outubro de 2020, após a Igreja reconhecer um primeiro milagre atribuído a ele em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, agora, com um segundo milagre, ele pode ser elevado à santidade.

O Vaticano não decidiu quando isso acontecerá, mas o papa convocou um encontro de cardeais, chamado de Consistório, para definir os termos para a canonização do “influencer de Deus”.

Quem é Carlo Acutis? Carlo Acutis nasceu em Londres, na Inglaterra, mas passou a maior parte da vida na Itália. Desde cedo, demonstrou grande habilidade para a informática, usando seus conhecimentos para evangelizar pelas redes sociais. Ele chegou a criar um site para catalogar cada milagre já relatado e passou a ser chamado de “padroeiro da internet” e “influencer de Deus”.

Em setembro de 2006, aos 15 anos, surgiram os primeiros sinais de que estava doente. Era uma leucemia fulminante. Acutis faleceu em 12 de outubro de 2006, em Monza, na Itália.

Em 2020, foi beatificado após o Vaticano reconhecer como milagre a cura de uma criança brasileira. O milagre aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, em 2010.

Um menino de 7 anos, com problemas graves no pâncreas, foi curado após o avô tocar em uma roupa que continha o sangue do jovem, exposta na capela Nossa Senhora Aparecida, e pedir pela cura do neto.

Fonte: SBT News

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias