Destaque

Pandemia: Em três dias, 13 professores testaram para a covid em Teresina

Em três dias, 13 professores testaram para a covid em Teresina e estavam sem qualquer sintoma

O Sindicato dos Professores e Auxiliares da Administração Escolar do Piauí (Sinpro) informou nesta quinta-feira (22) que 13 professores testaram positivo para a covid-19.

A testagem foi uma exigência do Sindicato para o retorno das atividades presenciais de alunos do 3º ano e do Pré-Enem. A entidade ingressou na justiça do trabalho para que na reabertura das escolas fosse realizado o exame em professores, servidores e estudantes. No acordo do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), os estudantes ficaram de fora da testarem, no entanto professores e auxiliares que trabalham em colégios particulares farão o teste para diagnóstico do novo coronavírus.

“Desde o início defendemos a testagem dos profissionais da educação. Só nesses três dias, 13 professores testaram positivo e nem sabiam que estavam com o vírus, pois estavam assintomáticos”, informou Marcelo Amorim, secretário geral do Sinpro.

O Sindicato informou ainda que recebeu denúncias de escolas particulares não realizando testagem nos professores e servidores administrativos.

“Estamos encaminhando as denúncias para os Ministérios Públicos do Estado e do Trabalho e Vigilância Sanitária para verificar as queixas dos profissionais”.

O secretário lembrou que no acordo firmado no TRT as escolas terão que enviar a relação dos professores testados e os resultados para acompanhamento da entidade.

Pela decisão, as escolas públicas não ficam obrigadas a realizarem testarem nos professores. Uma exigência para todas as escolas é que a direção precisa apresentar um plano de segurança sanitária atendendo todos os protocolos como distanciamento de 2m, uso de máscaras, instalação de pias e sabão, álcool em gel e medidas para evitar aglomerações.

Flash Yala Sena/Cidade Verde

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar