DestaqueGeral

Pesquisa aponta que mulheres preferem homens casados. Fontes contestam.

Equipe percebeu que essas mulheres buscam esse tipo de relação justamente por não quererem relacionamentos sérios.

Segundo pesquisa, sair com homem casado evita dramas de relacionamentos. | Foto: Reprodução.

Pesquisa realizada pelo MeuPatrocínio sugere que boa parte das mulheres preferem sair com homens casados. O levantamento apontou que 63% das mulheres entrevistadas afirma preferir homens compromissados. Os motivos vão desde “estou solteira, não devo nada a ninguém” a “o casado é ele, não eu”.

Especialista em relacionamentos da plataforma, Caio Bittencourt explica que durante esse levantamento, a equipe percebeu que essas mulheres buscam esse tipo de relação justamente por não quererem relacionamentos sérios. Essas mulheres acreditam que estar com um homem já comprometido não há de gerar dramas de casal e certas cobranças também não vão existir. Por não se tratar de um relacionamento sério com esses homens, as mulheres entrevistadas se sentem mais independentes. “Muitas pessoas estão em relações abertas também, o que aumenta esse índice”, diz.

“Com a tecnologia facilitando tudo, é comum hoje em dia ver gente engatando relacionamentos pela internet. Mas, em alguns casos, até mesmo aqueles que já se encontram comprometidos, dão uma escapada para conhecer gente nova”, comenta Bittencourt.

“Decidir se envolver com alguém comprometido é uma decisão complicada. Cada um sabe o que é melhor para si, mas há de se haver um cuidado emocional, o famoso não faça com outros o que não gostaria que fizessem com você. O ideal é que se finalize um relacionamento antes de entrar em outro”, diz o especialista.

Não é bem assim

Para a advogada Hellen Dayanne de Siqueira (42), sair com homens casados “não é uma escolha legal”. Ela contesta o resultado da pesquisa. “Não acho nem que as mulheres prefiram se envolver com homens casados”, diz.

Entretanto, Hellen sabe que isso acontece, mas considera “algo sem futuro e que traz até sofrimento se uma das partes se apaixona”.

A pedagoga e administradora educacional Denise Roboredo Nunes (64) mora em Resende (MG). Para ela, a pesquisa demonstra um comportamento seriamente deturpado da sociedade. “Atualmente, a falta de respeito pelo outro e por si mesmo, a banalização da falta de compromisso, falta de honra, levam as pessoas a não se importar com os outros e, nesse caso, nem consigo mesmo. Não se importam com as consequências”, retruca.

Por sua vez, a educadora social Anna Kássia dos Santos Souza (32), não acredita que a maioria das mulheres busquem estar com homens comprometidos, “pelo menos eu não conheço uma mulher que se aventura por aí”.

Entretanto, Anna entende que possa estar acontecendo um movimento de casais que estão abrindo o relacionamento depois de muitos anos. “Não necessariamente abrindo de forma clara, mas fingindo que vão para outros lugares (mesmo o parceiro sabendo que é mentira) e indo se aventurar dizendo que são solteiros, aí cada um acaba vivendo uma vida paralela conhecendo outras pessoas”, argumenta.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias