Destaque

Piauiense morre ao contrair bactéria hospitalar após parto em Brasília-DF

A cocalense Alessandra Maria dos Santos Cunha, de 26 anos, faleceu na manhã do último domingo (04/10) em decorrência de complicações de uma bactéria hospitalar contraída após o parto cesariana realizado em uma maternidade de Brasília-DF.

Uma sobrinha de Alessandra informou que a sua tia chegou a ser infectada com o novo coronavírus durante a gravidez, mas se recuperou e estava bem de saúde quando deu entrada no hospital para o procedimento operatório, onde concebeu a luz a uma criança saudável.

Após o parto, durante a recuperação ela foi diagnosticada com um tipo de bactéria hospitalar e seu estado de saúde se agravou, na qual ela não resistiu, vindo a falecer depois de um mês e seis dias de internamento.

A familiar reiterou que é mentira os comentários que surgiram, e que estão sendo propagados de forma irresponsável nas redes sociais que a causa da morte de Alessandra tenha sido ocasionada pelo Covid-19.

“Minha tia faleceu por causa de uma bactéria hospitalar e não por causa de coronavírus. Tem gente que fala demais sem saber das coisas”, disse.

O corpo será translado de Brasília para Teresina-PI em um avião no início desta noite de terça-feira (06). A previsão é que chegue para o funeral por volta das 06 horas da manhã desta quarta-feira (07/10).

O velório ocorrerá na casa dos pais de Alessandra, o casal José Anselmo e Dona Rosário, residentes na localidade Itapecuru, zona rural de Cocal-PI. O sepultamento será realizado em um cemitério da comunidade.

Fonte: Blog do Coveiro

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar