Destaque

Piauiense sobrevive a terremoto na Turquia e é repatriado

(Foto: Arquivo Pessoal)

O professor piauiense Guilherme Aynerson, 22 anos, é um dos brasileiros repatriados após o terremoto na Turquia que, atualmente, contabiliza mais de 30 mil mortos. Ele e mais oito brasileiros desembarcaram no Rio de Janeiro da aeronave KC-30, da Força Aérea Brasileira (FAB), na madrugada do domingo (12).

Poucas horas após chegar ao Brasil, Guilherme tem se reservado para ficar com a família e amigos mais próximos. Ao Cidadeverde.com, o professor contou que residiu nas cidades de Adana e Antakya, uma província de Hatay, um dos locais mais devastados. Ele- que é formado em Letras-Português pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi) ministrava aulas de inglês na Turquia, país onde morava há quase cinco meses.

Com o Cidadeverde.com, ele compartilhou ainda momentos tensos que vivenciou na Turquia como prédios ao chão e outros com risco de desabamento; outra situação mostra o professor auxiliando moradores que tentavam salvar pertences pessoais; e há também imagens de Guilherme dentro do avião da FAB após chegar ao aeroporto do Galeão do Rio de Janeiro.

O terremoto que atingiu a Turquia e a Síria na última segunda-feira, 6, já soma 33.179 mortos e 92.600 feridos até este domingo, 12. A expectativa é de que os números sigam aumentando enquanto seguem as buscas em meio aos escombros.

Piauiense no Iraque também sentiu o tremor

Na semana passada, a piauiense Ariel Secondes  relatou os momentos de tensão ao sentir os tremores do terremoto. Ela mora no Iraque com a filha de 11 meses e o marido.

Fonte: Cidade Verde

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias