DestaquePiauíPolícia

Polícia Civil prende traficante do DF que levava vida luxo no Piauí

Polícia Civil prende traficante do DF que levava vida luxo no Piauí — Foto: PCDF/Divulgação

A Polícia Civil prendeu no município de Parnaíba, no Piauí, um homem de 30 anos considerado “um dos maiores traficantes de skunk” do Distrito Federal. O suspeito foi detido na última quarta-feira (4) e trazido de volta para a capital federal neste fim de semana.

De acordo com a corporação, ele era investigado desde junho, por tráfico de skunk e haxixe – versões potencializadas da maconha. À época, o suspeito fugiu de um condomínio no Jardim Botânico após abordagem de policiais à paisana.

O entorpecente, segundo a polícia, era vendido para usuários das classes média e alta de Brasília.

No Piauí, o homem, que não teve a identidade informada, levava uma vida de luxo.

“ELE MORAVA EM UMA RESIDÊNCIA DE ALTO PADRÃO, A POUCOS METROS DA PRAIA” AFIRMOU O DELEGADO DA COORDENAÇÃO DE REPRESSÃO ÀS DROGAS, ROGÉRIO HENRIQUE.

Foragido da Justiça

A fuga para o Piauí ocorreu ainda em junho. À época, em Brasília, os policiais realizaram uma operação para prender o traficante.

As imagens das câmeras de segurança do condomínio onde ele morava, no Jardim Botânico, a menos de 10 km do Complexo Penitenciário da Papuda, mostram o momento em que os policiais chegaram à paisana em uma caminhonete branca, seguindo o carro do suspeito na entrada do residencial.

Dois minutos depois, segundo a polícia, o homem percebeu que estava sendo seguido e fugiu. Durante a fuga, o investigado tentou atropelar um agente e passou por cima da cancela da portaria.

Suspeito de tráfico derruba cancela de condomínio e foge da Polícia Civil, no DF — Foto: Câmeras de segurança/Reprodução

O homem ainda deixou uma mochila para trás, carregada de skunk. A partir desses pertences, os policiais chegaram até o esconderijo que ficava em uma casa em São Sebastião. Lá os agentes apreenderam 60 kg de skunk – a maior apreensão da droga no DF este ano, segundo a corporação.

Além disso, o suspeito abandonou o carro usado da fuga em um local perto do condomínio. Três meses depois, ele foi preso e, de acordo com a Polícia Civil, já foi denunciado pelo Ministério Público, por tráfico de drogas.

Fonte: G1-PI

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo