EducaçãoSão Julião

Por falta de pagamento, professores da Rede Estadual paralisam atividades em São Julião – PI

Por falta de pagamentos, professores da Rede Estadual paralisam atividades em São Julião – PI

Os professores Celetistas da Rede Estadual de Ensino que que atuam nas escolas Alice Rocha e Aprígio Pereira Bezerra no no município de São Julião – PI resolveram paralisar suas atividades nessa segunda-feira , 13 de maio.

Os docentes alegam que iniciaram os trabalhos no dia 11 de fevereiro, mesma data em que foi assinado o contrato de serviço, e que, até o momento, ainda não receberam suas remunerações.

Além de São Julião, outros 15 municípios do Piauí resolveram paralisar suas atividades por falta de pagamento. A paralisação ocorre nas seguintes cidades: Padre Marcos, Francisco Macedo, Jaicós, São Raimundo Nonato, Guaribas, Caracol, Jurema, Anísio de Abreu, Dom Inocêncio, São Brás, Várzea Branca, São Lourenço do Piauí, Dirceu Arcoverde, Bonfim do Piauí e Coronel José Dias.

Os profissionais – que trabalham como substitutos – foram contratados através de testes seletivos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e alegam que recebem menos que o salário mínimo. O governo do Piauí confirma a inadimplência e informou que até o fim de maio o débito será quitado.

LEIA A NOTA COMPLETA DA SEDUC

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que os pagamentos dos meses de fevereiro e março dos professores substitutos já estão sendo providenciados, por meio de uma folha suplementar, e que até o final do mês de maio o valor será debitado.

A secretaria informa ainda que o piso nacional é adotado para o pagamento dos professores efetivos. Já os substitutos recebem remuneração conforme valor especificado em edital.

O valor da remuneração bruta de um professor substituto 20h equivale a um salário mínimo de onde são descontados INSS e auxílio transporte, contribuições que refletem no valor do salário líquido.

Com informações do Portal NPM

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar