Destaque

Primeiro sinal silencioso do colesterol alto aparece nas pernas; saiba evitar

O colesterol alto pode limitar o fluxo de sangue, aumentando o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC)

O colesterol alto, ou seja o colesterol ruim (LDL), é considerado uma condição silenciosa e sorrateira porque quase nunca apresenta sintomas, o que dificulta seu diagnóstico. O acúmulo desse lipídio no sangue pode causar o endurecimento das artérias dos braços e pernas, com isso surgem os primeiros sinais.

O processo de endurecimento das artérias dos braços e pernas é denominado doença arterial periférica (DAP). A primeira manifestação da DAP são cãibras dolorosas nos músculos do quadril, coxa ou panturrilha após certas atividades, até mesmo atividades de baixa intensidade, como caminhar ou subir escadas, podem desencadear essas dores.

O colesterol alto representa um óbito a cada 90 segundos no Brasil | Reprodução: Internet

A principal característica dessa condição é sentir dores nas pernas ao caminhar, mas essa que cessa quando você descansa. Além disso, a doença arterial periférica (DAP) apresenta outros sinais como:

  • Frieza na parte inferior da perna ou pé, especialmente quando comparado com o outro lado
  • Dormência ou fraqueza nas pernas
  • Sem pulso ou pulso fraco nas pernas ou pés
  • Cãibras dolorosas em um ou ambos os quadris, coxas ou músculos da panturrilha após certas atividades, como caminhar ou subir escadas
  • Pele brilhante nas pernas
  • Mudanças na cor da pele nas pernas
  • Crescimento mais lento das unhas dos pés
  • Feridas nos dedos dos pés, pés ou pernas que não cicatrizam
  • Dor nos braços, como cãibras ao tricotar, escrever ou realizar outras tarefas manuais
  • Disfunção erétil
  • Crescimento de pelo mais lento de nas pernas

Como evitar colesterol alto?

Para evitar o colesterol ruim (LDL) e o seu acúmulo no sangue, você pode adotar um estilo de vida saudável e a incorporação de escolhas alimentares e hábitos que promovem a saúde cardiovascular. Confira algumas dicas que podem ajudar a prevenir o aumento do colesterol:

  • Adote uma dieta saudável:
  1. Opte por alimentos ricos em fibras, como frutas, vegetais, grãos integrais, feijões e legumes.
  2. Escolha fontes magras de proteína, como peito de frango, peixe, tofu e legumes.
  3. Reduza a ingestão de gorduras saturadas e trans, encontradas em alimentos fritos, fast food, carnes processadas e produtos de panificação industrializados.
  • Escolha gorduras saudáveis:
  1. Substitua gorduras saturadas por gorduras insaturadas, encontradas em azeite de oliva, abacate, nozes e sementes.
  2. Consuma peixes ricos em ácidos graxos ômega-3, como salmão, sardinha e atum.
  3. Controle o consumo de colesterol:
  4. Limite a ingestão de alimentos ricos em colesterol, como gemas de ovos, fígado e crustáceos.
  5. Opte por ovos cozidos ou mexidos e evite frituras com muito óleo.
  • Mantenha um peso saudável:
  1. Manter um peso adequado ajuda a controlar os níveis de colesterol.
  2. A prática regular de exercícios físicos também é importante para a saúde cardiovascular.
  • Evite o tabagismo:
  1. Fumar pode diminuir os níveis de HDL (colesterol “bom”) e aumentar os níveis de LDL (colesterol “ruim”).
  2. Limite o consumo de álcool:
  3. Se consumir álcool, faça-o com moderação. O consumo excessivo pode aumentar os níveis de triglicerídeos.
  • Faça exames regulares:
  1. Consulte um médico regularmente para verificar os níveis de colesterol e outros fatores de risco cardiovascular.

Fonte: Meio Norte

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias