Destaque

Produção de castanha de caju no Piauí deve crescer cerca de 8% em 2021

O prognóstico da produção agrícola do IBGE indica que em 2021 o Piauí terá uma safra de castanha de caju da ordem de 25 mil toneladas, um incremento de 8,2%, o que representa 1,8 mil toneladas a mais que em relação ao ano anterior.

A produção de castanha de caju no estado, no curto prazo, apresenta uma tendência de crescimento da ordem de 15,6%, passando de uma produção de 21.631 toneladas em 2019 para 25.024 toneladas em 2021. Contudo, no longo prazo, percebe-se que a produção de castanha de caju tem sido bastante irregular, tendo chegado a atingir 45.773 toneladas em 2011 e caído vertiginosamente no ano seguinte para 8.923 toneladas.

Produção de castanha de caju no Piauí deve crescer cerca de 8% em 2021

Quantidade colhida de castanha de caju no Piauí, de 2011 a 2021 (em toneladas)

Ao compararmos o prognóstico para safra de castanha de caju em 2021, de 25.024 toneladas, com a maior produção obtida nos últimos dez anos, mais precisamente no ano de 2011, quando foi de 45.773 toneladas, temos que a queda na colheita de castanha chega a 45,3% nesse período. A ocorrência frequente do fenômeno climático da seca, aliado à não renovação dos pomares de caju, são os principais fatores que tem levado à queda na produção de castanha de caju no longo prazo.

Produção de castanha de caju no Piauí deve crescer cerca de 8% em 2021

Em 2020 o país apresentou uma produção de cerca de 138 mil toneladas de castanha de caju onde apenas onze estados obtiveram colheita do produto. O Ceará foi o estado com maior produção, cerca de 85 mil toneladas (61,3%), o Piauí veio em seguida, com cerca de 23 mil toneladas (16,6%) e o Rio Grande do Norte, com 17 mil toneladas (12,5%).

Fonte: Com informações da Ascom/IBGE

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar