MunicípiosPiauí

Saiba quem é o estudante de Direto morto durante uma tentativa de assalto no Piauí

Na tarde de sexta-feira (17/03), João Pedro Teixeira dos Santos, de 23 anos, foi assassinado durante uma tentativa de assalto em Teresina. João Pedro era estudante de Direito na faculdade Estácio e mantinha uma empresa de cosméticos junto com o pai. Além disso, ele trabalhava com eventos e era um dos produtores do bloco carnavalesco Lá Ele, realizado no Carnaval deste ano.

FOTO: REPRODUÇÃO

João Pedro também era amante do vôlei e ex-presidente da Associação Atlética Acadêmica Sarcástica. A associação lamentou sua morte em uma postagem no Instagram, onde destacou a falta que ele fará nas competições esportivas e em suas vidas pessoais.

“Hoje a gente se despede de um grande amigo que acaba de partir. Acho que ainda não conseguimos acreditar que nosso querido se foi. Nosso coração está de luto e meu peito já transborda de tanta saudade. Prometo sempre rezar por você, eterno presidente, para que Deus lhe proteja aí em cima. É muito estranho saber que amanhã e em próximas competições não poderemos ouvir sua voz”, pontuou a associação no Instagram.

O homicídio

Estudante de Direito reage a assalto e é assassinado na Zona Leste
Estudante de Direito reage a assalto e é assassinado na Zona Leste

João Pedro dos Santos, 21 anos, foi morto em uma tentativa de latrocínio registrado por volta das 16h30 desta sexta-feira (17/03), na rua Neblina, zona Leste de Teresina. Ele era acadêmico do curso de graduação em Direito.

A dinâmica do crime é que dois suspeitos abordaram a vítima e houve uma reação, seguida de tiro efetuado pelos criminosos. “Segundo informações, os elementos chegaram para assaltar ele, ele reagiu e os elementos efetuaram um disparo de arma de fogo. Dois homens em uma moto”, informou o sargento Lopes, do 5º Batalhão de Polícia Militar.

João Pedro caiu sem vida por cima de sua própria motocicleta, seu corpo ficou contorcido. Ele havia acabado de sair de sua residência, localizada há dois quarteirões da cena do crime.

O local foi devidamente resguardado pela PM para que agentes da Polícia Técnico Científica realizem a perícia visando encontrar maiores evidências sobre o crime. Os removedores do Instituto Médico Legal também foram acionados para recolher o cadáver.

O crime será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até o fechamento desta publicação nenhum suspeito foi identificado ou preso. Guarnições do 5º BPM seguem em diligências no sentido de capturar os criminosos.

Fonte: 180graus

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias