Destaque

Tenente coronel Edwaldo Viana é exonerado do comando do 4°BPM

Tenente coronel Edwaldo Viana é exonerado do comando do 4°BPM

Após três anos à frente do comandado do 4° Batalhão da Polícia Militar , o tenente coronel Edwaldo Viana, foi exonerado do cargo na manhã  desta terça-feira, 07 de janeiro.

O militar divulgou a informação em um áudio enviado pelo Whatsapp, aos grupos em que faz parte.

Durante o depoimento ele alegou que a perca do cargo se deu por “forças políticas”, que segundo ele, foram até o governador, Wellington Dias, e pediram sua saída, após a divulgação de áudios em que ele diz que os bandidos irão descer as cordas.

O coronel fala que está “muito chateado” com  a exoneração, mas demonstra não se arrepender do que falou sobre criminosos. O coronel destaca que  prefere a morte a se  curvar “para bandidagem”. Ainda de acordo com ele, outras declarações também ocasionaram sua saída.

 Viana afirma que foi convidado ara assumir um “grande comando na capital”,mas recusou o convite.

No áudio, Edwaldo Viana, afirmou que a passagem de comando acontecerá na próxima sexta-feira, 10 de janeiro. E que após entregar o carga irá tirar férias e licença e poderá concorrer às eleições de 2020.

Fonte: Picos 40 Graus

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar