MunicípiosSão Julião

09 de novembro: 01 ano sem José de Lima Cavalcante

09 de novembro: 01 ano sem José de Lima Cavalcante

E o aplicativo facebook lembrou hoje, quinta-feira, 09 de novembro, a passagem de 01 ano da morte de José de Lima Cavalcante, o saudoso professor sãojuliãoense, Zé Abílio.

No entanto, podemos dizer que Zé Abílio é daquelas pessoas inesquecíveis que nunca morrem pois estarão sempre presentes em nossas memórias e em nossos corações.

Saiba quem foi José de Lima Cavalcante

José de Lima Cavalcante, popularmente conhecido como José Abílio, nasceu em 27 de março de 1965, na comunidade de Pociano, zona rural de São Julião. Filho do casal de agricultores Abílio José Cavalcante e Maria Ana Cavalcante é o caçula dentre os 11 filhos do casal.

Desde cedo José de Lima destacou-se na família e na sociedade devido a seu interesse pelos estudos, bem como pela simpatia cativante, que conquistava a todos que tinham o privilégio de conhecê-lo. Sua infância e adolescência foram marcadas de muito trabalho ao lado de seu pai, na lida com a roça e os animais, José sempre parava para apreciar as paisagens e desfrutar a natureza do nosso sertão. Gostava de fazer caminhadas pelas roças de cajueiros, pelas veredas que pareciam não terem fim, não perdia a oportunidade de subir em um umbuzeiro para saborear o fruto e a visão do ponto mais alto da árvore.

Só que o interior não comportava mais tanta vontade de descobrir novas paisagens, foi quando José de Lima teve que sair do seio de sua família para estudar “fora”. Em 1984 encontrava-se em Picos, onde na Unidade Escolar Vidal de Freitas cursou seu colegial. Um curso superior era sua nova meta e as faculdades de Araripina, no vizinho estado do Pernambuco, foram o seu destino. Em 1987 iniciou o curso de Agronomia na Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina – Faciagra, concluído em 1991 e em 1992 também concluiu o curso de História, na Faculdade de Formação de Professores de Araripina – Fafopa.

Mesmo estudando José nunca deixou o trabalho de lado. Sua grafia impecável o credenciou a trabalhar em diversas instituições como o Cartório de São Julião e as câmaras de vereadores de São Julião e Vila Nova, cidade esta que o agraciou com o título de cidadão vilanovense, tendo ele transcrito a lei que deu origem ao município.

Professor efetivo nos dois municípios e da rede estadual de São Julião. José de Lima sempre foi muito dedicado a missão que lhe foi atribuída, por isso mesmo conquistou uma legião de fãs, seus alunos em sala de aula e amigos fora dela. Era um exemplo para todos, pois sempre instigava o saber e a autoconstrução do conhecimento, cativava seus alunos e fazia com que eles acreditassem em seu potencial. Como gestor do programa Bolsa Família deu a moralidade necessária ao desenvolvimento da área no município, sendo altamente capacitado, assim como também premiado pelo funcionamento exemplar do programa.

Em 1993 une-se a Clécia Brito para iniciar a construção de sua família e com ela teve três filhos: Kelsiny, Kelvin e Klevert, aos quais dedicou seu amor nos últimos anos. Sua esposa e filhos eram a grande prioridade de sua vida, e ele não media esforços para prover educação, saúde e bem estar a eles. Sua filha Kelsiny, inclusive, era um dos seus maiores motivos de orgulho por estar cursando odontologia em Teresina.

No último dia 9 de novembro acordamos com a notícia de sua perda. Como descreve uma das milhares de mensagens de despedida: “Ontem a aurora foi rompida com uma fragrância de dor e tristeza. Uma notícia que, à história de São Julião, se verte em lágrimas. As palavras, nesse momento, fogem do nosso domínio”.

Ficaram os bons ensinamentos, os momentos de sorriso e de lágrimas, os incentivos e abraços de uma pessoa que ficará marcada para sempre na vida de cada um de nós. Que Deus o acolha amigo e nos conforte pela sua ausência.

Texto: Prêmio José de Lima Cavalcante – Celebridades do Ano de 2017.

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar