DestaqueMunicípiosPicosSão Julião

Açudes da região de Picos têm bombas de captação desligadas

Açudes da região de Picos têm bombas de captação desligadas

O racionamento de água anunciado ontem (5) pelo governador Wellington Dias (PT) vai atingir 380 mil pessoas nos 40 municípios que estão em situação de emergência devido à seca. Nesta terça-feira, a Defesa Civil informou que os açudes Caboco e Estreito, que ficam na região de Padre Marcos, Belém e Francisco Macedo, tiveram as bombas desligadas.

Na tarde de hoje, o secretário de Defesa Civil, Hélio Isaias, está reunido com a Força Tarefa definindo o plano emergencial que será apresentado ao governador Wellington Dias. Durante o racionamento cada família só poderá consumir 70 litros de água por dia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) determina que uma família use 120 litros por dia.

Açude cajazeiras, em Pio IX, chega a volume morto
Açude cajazeiras, em Pio IX, chega a volume morto

Na reunião, o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS) está apresentando a situação dos volumes das barragens do Piauí. Além de Caboco e Estreito, estão quase sem água os açudes de Algodões II, em Curimatá, com 14%; Piaus, em São Julião com 5%; Petrônio Portela, em São Raimundo Nonato, com 7% e Joana, em Pedro II, com 11%.

Além da Defesa Civil, participam da reunião representantes da Funasa, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Codevasf, Agespisa e Instituto das Águas.

Açude Barreiras atualmente – Foto: Portal Lagoa do Rato/Clediomar Sousa

“Estamos elaborando o plano com base nos dados apresentados pelos órgãos para apresentar ao governo de forma que sejam alocados recursos”, disse Hélio Isaias.

Entre as ações da Força Tarefa está previsto o aumento da operação carro-pipa de 200 veículos para 300, a perfuração de poços e a construção de adutoras de engate rápido.

O secretário destacou que os açudes Petrônio Portela e Piaus estão em volume morto. “Em algumas regiões ainda chove, mas há uma faixa no semiárido que teve precipitação abaixo da média e os açudes não pegaram água. A chuva seria de novembro a março, mas foi abaixo do volume”, explicou.

Açude de Piaus em São Julião está com nível crítico – 5% de água – Foto: Reprodução internet

O gestor disse que vai apresentar ao governador o mapa sobre a seca mostrando a situação de cada região e acrescentando alternativas para os municípios.

O Dnocs informou que no ano passado foram construídos 150 poços tubulares com recursos próprios e em parcerias com prefeituras. Na contramão da seca, o açude Caldeirão (Piripiri) está com 100% da capacidade, assim como Nonato em Dom Inocêncio. O açude Pedra Redonda em Conceição do Canindé está com 83% da capacidade. A barragem Corredores em Campo Maior também registra 100% da capacidade.

 Cidade Verde

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar