Apicultor tem colmeias envenenadas e perde toda produção de mel em Monsenhor Hipólito

0
824

O apicultor Geovan José de Sousa, 35 anos, da cidade de Monsenhor Hipólito teve o seu apiário de abelhas envenenado. O prejuízo foi calculado em mais de R$ 12 mil. O crime aconteceu na localidade Lazam Velha, zona rural do município.

Segundo Geovan, essa não é a primeira vez que suas abelhas são envenenadas. “Essa já é a segunda vez, de dezembro pra cá, que acontece isso comigo. Dessa vez eu perdi 28 colmeias com 30 melgueiras em cima a ponto de tirar o mel”, disse.

Colmeias foram envenenadas na localidade Lazam Velha, zona rural de Monsenhor Hipólito

O apicultor lamentou o prejuízo e a morte das abelhas, que segundo ele foi um crime contra a natureza. “Ver a natureza se acabar pela mão de uma pessoa é muito triste, porque essa pessoa não fez um mal pra mim e sim para a natureza”, lamentou.

Ainda de acordo com Geovan, o veneno usado para matar as abelhas é o mesmo usado para pulverizar caju. Ele acrescentou ainda que o criminoso realizou o crime durante a noite e equipado com roupa de apicultor.

O apicultor informou que não deu queixa na polícia.

VEJA VÍDEO

Fonte: Riachão Net

Comentários Facebook

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA