DestaqueMonsenhor HipólitoMunicípios

Caso de jovem de Monsenhor Hipólito desaparecido em SP é destaque no Cidade Alerta da Record TV; assista a reportagem

Uma reportagem exibida na edição desta quinta-feira, 31/05, do Programa Cidade Alerta, da RecordTV, mostrou o caso do jovem Rodolfo de Sousa Silva, natural de Monsenhor Hipólito-PI, que está desaparecido desde o dia 14 de maio, na cidade de São Bernardo do Campo-SP.

Há cerca de dois meses, Rodolfo saiu do Piauí, onde mora com o avós, para São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, apenas para tirar a carteira de motorista. Ele estava vivendo provisoriamente com a mãe e com o padrasto, e só pensava em completar 18 anos e ter a sonhada carteira de motorista, para depois voltar para o Piauí.

Na noite da segunda-feira, 14/05, o jovem saiu do trabalho por volta das 19 horas para ir a um estúdio onde estava terminando uma tatuagem. Naquele dia, Rodolfo dormiria na casa de uma tia depois de sair desse estúdio de tatuagem. Por volta das 23:15, uma câmera de um circuito de segurança registrou o momento em que Rodolfo deixou o estabelecimento. O jovem que ainda era menor de idade sobe a rua em direção à comunidade São Bernardo, na Grande São Paulo, e depois disso não foi mais visto.

Cerca de 10 minutos depois, por coincidência ou não, várias viaturas da Guarda Municipal sobem a rua na mesma direção. Mesmo procurando informações na região a família do rapaz não conseguiu saber se existe alguma relação entre os casos.

Rodolfo adorava fazer desenhos pelo corpo, aquela seria a última sessão para finalizar um leão que ele carrega no braço direito, mas ao invés de ir para a casa da família, por algum motivo ainda desconhecido ele seguiu para o sentido contrario.

Rodolfo saiu do trabalho por volta das 19 horas, ele estava provisoriamente trabalhando com a família em uma loja de calçados. Ele foi direto para o estúdio, e por volta das 21 a mãe teria conseguido falar com ele pelo celular. Rodolfo pediu para entrar mais tarde no dia seguinte, a mãe disse que tudo bem, mas ele não teria dito o motivo.

Também por volta das 21 horas, Rroolfo teria postado uma mensagem na rede social dele e marcado o tatuador Ismal: “Se eu for pra guerra e voltar Deus estará cmg, se eu n voltar eu estarei com Deus”. Essa postagem chamou muito a atenção da família, que não conseguiu entender o que isso queria dizer.

No dia seguinte ao desaparecimento de Rodolfo, o tatuador teria postado na rede social uma mensagem pedindo ajuda para localizar o rapaz. Com a foto de Rodolfo, ele pedia informações para ajudar a família do desaparecido, só que dois dias depois do desaparecimento, o tatuador entregou tudo, tirou todos os equipamentos de tatuagem da sala onde ele fazia o trabalho, entregou a chave para o dono do local e também desapareceu.

A delegacia que assumiu o caso já esta investigando a possível participação de Ismael, o tatuador, com o desaparecimento de Rodolfo, mas descarta esta possibilidade. A investigação aponta que Ismael teria sumido por medo e por isso não manteve mais contato com a família do desaparecido.

Os parentes tem esperança de encontrá-lo com vida, mas tem suspeitas de que algo ruim já possa ter acontecido.

Relembre o caso;

Confira reportagem do Cidade Alerta, da RecordTV, sobre o caso:

Com informações do Cidade Alerta, da RecordTV e CG news

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar