Destaque

Empresário piauiense lança pastel de cuscuz durante a quarentena

A massa de milho cozida ao vapor d’água, conhecido como o tradicional cuscuz é o curinga na culinária nordestina. Enche o prato do piauiense a qualquer hora do dia e agora se tornou recheio de pastel. No Nordeste, o cuscuz é servido com acompanhamentos variados: com um pedacinho de manteiga em cima, com carne de sol, calabresa ou com ovo frito. Pode enriquecer também acrescentando à receita queijo, presunto e coco ralado grosso, entre outros complementos.

Empresário lança pastel de cuscuz em Teresina – Foto: Divulgação/Taty Lanches

Agora a novidade é que em Teresina tem pastel com recheio de cuscuz, isso porque o empresário Willames, que é dono de uma pastelaria há uma década viu as vendas cairem devido a pandemia do novo coronavírus e durante a quarentena teve a ideia de usar a massa de milho para rechear um pastel e o novo sabor foi bem recebido pelos consumidors que já aprovaram o lançamento.

Feito com flocos de milho, o cuscuz é preparado no vapor (não leva gordura) e fica pronto em alguns minutos. Os ingredientes para preparar são flocos de milho (também conhecido como “flocão”), água e sal. O pastel de cuscuz, além do flocos de milho também acompanha carne de sol, queijo, coco ralado e milho verde. No momento, as vendas acontecem apenas por delivery.

Pastel de Cuscuz é lancado em Teresina – Foto: Divulgação/Taty Lanches
Fonte: Meio Norte

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar