Jovem homossexual é morto a facadas por trio em Patos do Piauí

Primeiro caso de homofobia é registrado no município de Patos do Piauí, no Povoado Cajueiro, durante madrugada desta segunda-feira (31), a vítima foi o homossexual Aurino Aldemir de Sousa, a Aurinete, 21 anos, segundo informações preliminares, a vítima teria sido induzida por uma pessoa a ir em um local mais escuro próximo a residencia morava com seus pais, a vítima foi parar no local entre meia noite à 01h00min, ao chegar na saída do Povoado Cajueiro que dar acesso a localidade Morro da Onça havia mais duas pessoas lhes esperando. Dois teria segurado a vítima e um teria dado a facada no pescoço bem próximo à clavícula, supostamente acertando em uma artéria.

Aurinete saiu correndo e gritando em direção a casa dos seus pais onde morava, ao chegar em casa, seus pais ainda estavam acordados, pois eram sempre muito preocupados com Aurinete e só dormiam quando ela chegava. Ao se aproximar de casa eles já ouviram os gritos de Aurinete que ao chegar ainda teve tempo de falar o nome dos suspeitos à seus pais, logo em seguida desmaiou e foi socorrido pela família que chamaram a ambulância e acionaram a polícia.

A vítima foi levada para o Hospital Florisa Isabel em Jaicós, mas após uma hemorragia por volta das 03h00min não resistiu e veio a óbito.

A polícia que havia dado início as diligencias encontrou uma moto no local do fato, tendo lavrado exito prendendo um dos suspeitos dono da moto, essa seria a pessoa que teria levado Aurinete para a emboscada, a polícia continuou em diligência para prender os demais, todavia ainda não teve exito. Antes do ocorrido os suspeitos estariam bebendo em um bar, e supostamente não teriam rixas com a vítima.

Aurinete sempre foi vista como homossexual, mas foi após passar um período em Picos – PI, que deixou o cabelo crescer e mudou o modo de se vestir, todavia todos a tratavam bem, ela era sempre bem vinda muito brincalhona e sempre de bem com vida, esteve na festa realizada neste último sábado (29) na localidade Morro de Dentro em Jacobina do Piauí, onde brincou e dançou bastante, uma das pessoas que estava na festa com a namorada, que para animar ainda a mais a festa dançou com Aurinete onde todos pararam para assistir, a banda falou da importância de respeitar as pessoas e Aurinete foi aplaudida juntamente com a pessoa que estava dançando com ela e por ter um bom humor foi convidada pra outra festa em Jacobina do Piauí que ainda será realizada, mas infelizmente perdeu sua vida em um crime de homofobia.

Cidades em Foco

Comments