DestaqueMonsenhor Hipólito

Mudança em creche gera revolta em pais de alunos em Monsenhor Hipólito

Mudança em creche gera revolta em pais de alunos em Monsenhor Hipólito
Mudança em creche gera revolta em pais de alunos em Monsenhor Hipólito

Os pais de alunos da creche e da pré-escola “Gisele Bezerra” estão revoltados com a decisão da secretária de educação de Monsenhor Hipólito, Gardênia Bezerra, de mudar o ensino para um prédio bastante deteriorado e distante do centro. Pelo projeto seriam transferidos para o novo local o ensino infantil, Creche e Pré-escolar I e II.

A estrutura escolhida pela nova gestão, o antigo prédio da própria creche, se encontra em péssimas condições de conservação, com sua estrutura física bastante comprometida. Sem transporte escolar, os pais também criticam a distância do prédio do centro da cidade, que dificultaria o acesso das crianças ao ensino.

A vereadora de oposição, Valtânia Rocha (PT), tem acompanhado o impasse entre os pais de alunos e a gestão municipal. Ela também é contra a transferência da creche para o antigo prédio.  “A estrutura é habitada por barbeiros (insetos transmissores da doença de Chagas) e morcegos, e frequentado por usuários de drogas”.

De acordo com a parlamentar, os pais estão bastante preocupados e se organizaram através de um abaixo assinado no sentido de sensibilizar a secretária de educação e o prefeito, Zenon de Moura Bezerra (PSB), a manterem a creche no local onde funcionou nos últimos anos ou no prédio da U. E. Municipal Judith da Silva Lima.

Valtânia Rocha informou ainda que o abaixo assinado foi entregue a secretária de educação que foi enfática ao afirmar que já estava decidido.  De acordo com a parlamentar, a gestão prometeu fazer reformas no local.

Os pais tentaram uma audiência com o Gestor Municipal, porém quando procurado por várias vezes para tratar do assunto, o prefeito não foi localizado.

Os pais estão organizando para sexta-feira, dia 3 de março, uma manifestação na Sessão Ordinária da Câmera Municipal, para pressionar todos os vereadores a apoiarem a causa. Além disso, ainda estão discutindo a possibilidade de entrar com uma denúncia junto ao Ministério Público contra a decisão da administração hipolitana.

Nossa reportagem procurou o prefeito e a secretária de educação, mas não foram localizados.

Fonte: Web Piauí

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar