DestaqueGeral

Notícias do Trecho: Empresa chinesa tem firma reconhecida e construirá refinaria no Ceará 

O governador Camilo Santana disse, ontem, durante o programa que transmite semanalmente pelo Facebook, que a Petrobras deu um “calote” no Ceará quando desistiu de implantar a refinaria Premium II no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp). “Eu diria que a Petrobras deu um calote no Ceará. Nós demos o terreno”, disse o governador. “Agora, nós estamos buscando parcerias privadas, como foi com a siderúrgica (CSP), com uma empresa chinesa do ramo petroquímico”.

A empresa chinesa Qingdao Xinyutian Chemical já foi registrada na Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), onde deve se instalar caso o investimento se concretize. Até o início de dezembro, Camilo Santana irá à China para apresentar os projetos de uma planta de refino de petróleo e de uma petroquímica para o Banco de Desenvolvimento da China (CDB), que deverá financiar os projetos orçados em US$ 4,5 bilhões e US$ 3 bilhões, respectivamente.

“Eles já abriram a firma aqui no Ceará e estamos fechando o financiamento com o banco de desenvolvimento chinês”, disse o governador. “O Estado vai entrar com toda a infraestrutura para eles se instalarem aqui no Ceará e acredito que, em breve, teremos mais notícias. O banco aprovando esse financiamento, vamos ter essa refinaria aqui”.

Porto do Pecém – Foto: Reprodução

O empreendimento chinês deverá ocupar parte da área inicialmente reservada para a refinaria da Petrobras.

Segundo o secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Antônio Bahlmann, o governo do Estado confirmou ao CDB uma participação de 10% na composição societária da refinaria. A ideia é de participar do novo projeto com a oferta da área e da infraestrutura. A área reservada pela Petrobras correspondia a 2 mil hectares. Segundo o secretário, no entanto, a desistência da estatal acabou possibilitando a ampliação da ZPE Ceará, na qual os empreendimentos chineses deverão ocupar 600 hectares. O restante será destinado a setores diversos como o de granito e de autopeças, por exemplo.

No fim do ano passado, o Tribunal de Contas do Ceará (TCE) determinou o ressarcimento de R$ 123,5 milhões, pela Petrobras, aos cofres públicos do Estado, valor final calculado e não atualizado. A decisão diz respeito aos despendidos pelo Estado para a implantação da refinaria Premium II, que acabou sendo cancelada pela Petrobras.

Parceria com Roterdã

O governador destacou ainda que a parceria do Governo do Estado com o Porto de Roterdã, que deve ser confirmada até o início do próximo ano, deverá beneficiar ainda mais o polo industrial. “Estamos fazendo uma parceria com o Porto de Roterdã e isso vai atrair outros investimentos para o Ceará”, disse. “Deixando aquela área mais competitiva”, completou.

Polo Químico de Guaiuba

De acordo com o governador, as obras de terraplenagem do Polo Químico de Guaiuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), deverão terminar ainda neste ano. As execuções foram iniciadas no início de outubro e estão recebendo com investimentos de aproximadamente R$ 10 milhões do Governo do Ceará, por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e Secretaria da Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra).

A previsão do governo é de que as indústrias que irão se instalar no local realizem investimentos somados de R$ 95,6 milhões, gerando 2 mil empregos diretos e 7 mil indiretos. “São 27 empresas que vão gerar empregos e oportunidades para homens e mulheres de Guaiuba”, disse Camilo.

O governador Camilo Santana também anunciou a implantação de antenas de celular no Interior do Estado.

Fonte: Papel Pã Notícias

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar