MunicípiosNotíciasPicos

Picoense cai em golpe após tentar vender veículo pela internet  

Picoense cai em golpe após tentar vender veículo pela internet
Picoense cai em golpe após tentar vender veículo pela internet   

O picoense Francisco de Assis Araújo Mendes foi vítima de um golpe, após tentar vender um veículo pela internet, por meio do site de compra e venda OLX.

A vítima buscou a Polícia Civil para relatar o crime. Segundo ela, após realizar o anúncio de venda do veículo Cross Fox, cor vermelha e placa NXH-5670, foi procurado por um homem, que se identificou como Gabriel Felix de Lima, e afirmou estar interessado no carro. O mesmo disse residir em Valença.

A negociação aconteceu por telefone e no dia seguinte a vítima e estelionatário fecharam negócio. No dia 06 de outubro, Gabriel afirmou ter feito depósito de R$ 29.000,00 na conta do picoense, que foi ao banco e ao consultar o extrato visualizou a transação bancária. Em seguida foi realizada a transferência do veículo.

Francisco percebeu que foi vítima de um golpe apenas no dia 11 de outubro, uma vez que o cheque utilizado pelo estelionatário havia sido devolvido. A vítima tentou entrar em contato com o mesmo através do telefone utilizado para realizar as negociações, porém não obteve êxito.

A Polícia Civil que investiga a extorsão. Até o momento não existem pistas do veículo nem do acusado.

O golpe

O golpe do envelope vazio tem ganho popularidade entre os golpistas brasileiros. O mesmo é relativamente fácil de ser aplicado

Funciona da seguinte maneira: uma pessoa vende um produto ou serviço para outra, ou faz um acordo financeiro para depositar um valor X na conta. Em alguns casos, a pessoa entrega um cheque sobre quem será aplicado o golpe, e pede para ela passar aquele valor em dinheiro ou fazer um depósito.

No caso do depósito do envelope, a pessoa que está aplicando o golpe vai depositar um envelope vazio, sem qualquer cheque ou dinheiro. Essa pessoa vai pegar o comprovante e enviar para a vítima. O comprovante vai estar mostrando o depósito, o valor. Só que as vítimas esquecem que o depósito só será confirmado quando alguém do banco pegar o envelope e verificar os valores dentro do envelope, depositando, efetivamente, os recursos na conta do destinatário. A vítima então, acreditando que o dinheiro foi depositado, entrega o serviço ou produto para o golpista, e fica a ver navios. No caso do cheque, quando depositado pelo envelope, ele geralmente é sem fundo.

Como evitar

Quando alguém fizer um depósito para você ou entregar um cheque, só entregue um produto ou serviço quando o dinheiro estiver disponível na sua conta, e não quando você receber um comprovante ou foto do dinheiro ou cheque. Se a pessoa falar que só vai fazer o depósito quando você entregar o produto ou serviço, faça então um contrato de compra e venda para o produto ou serviço. Ou peça para que a transferência seja realizada por um aplicativo ou programa online de pagamentos que permita o estorno do mesmo, caso o produto ou serviço não seja entregue. Isso dá uma garantia tanto ao vendedor quanto para o comprador.

Picos 40 Graus

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar