Municípios

Preço do litro da gasolina chega a R$ 6,27 em postos de combustíveis no Piauí

Preço do litro da gasolina chega a R$ 6,27 em posto de combustível no sul do Piauí — Foto: Reprodução

O preço do litro da gasolina aumentou pela sexta vez este ano em todo o país. Nessa terça-feira (9), os postos de combustíveis em Bom Jesus, Sul do estado, já vendem o litro da gasolina a R$ 6,27. Em alguns estabelecimentos de Teresina, o preço do litro também está acima de R$ 6 por litro.

“Quanto mais longe de Teresina, mais o município paga pelo frete. Então tem uma tendência de vários cidades estarem com esse patamar”, explicou Guilherme Parente, diretor do Sindicato dos Postos Revendedores de Combustíveis do Estado do Piauí (Sindpostos).

Segundo o sindicato, esse reajuste se deve ao aumento no preço do barril de petróleo no mercado internacional, mais a taxa de Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) de 31% do Governo Estadual.

Quando os valores de bomba de gasolina aumentam a cada dia, devido esse aumento da Petrobras, o governo taxa os 31% do ICMS em cima desse valor. Para Guilherme uma forma de amenizar a situação seria congelar o valor da pauta, média dos valores de bomba de gasolina do estado, já que o ICMS não pode ser reduzido.

“A cada 15 dias o valor da pauta aumenta. O nosso ICMS é o segundo mais alto do país, então o apelo que o sindicato faz é que pelo menos o estado congele o valor da pauta, para não ficar aumento por cima de aumento”, disse o presidente.

O G1 não conseguiu resposta do governo do estado em relação à cobrança de imposto sobre o combustível.

Manifestação contra aumento da gasolina

Preço do litro da gasolina passa de R$ 6 em postos de combustíveis em Teresina — Foto: Arquivo Pessoal / Lucas Hiago

Os motoristas por aplicativo realizaram nesta quarta-feira (10) uma manifestação contra mais um aumento na gasolina. Eles bloquearam a entrada do terminal da Petrobras em Teresina, impedindo a entrada e saída de caminhões no local. O protesto continua.

Fonte: G1 Piauí

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar