Destaque

Previdência retém recurso do FPM da Prefeitura de Padre Marcos e deixa conta zerada

PADRE MARCOS | Previdência retém recurso do FPM e deixa conta zerada
Previdência retém recurso do FPM de Padre Marcos e deixa conta zerada

Foi creditado nesta terça-feira, 10, o dinheiro referente ao primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios desta nova gestão. No município de Padre Marcos, porém, a conta do FPM ficou zerada. O Instituto Nacional de Seguridade Social confiscou mais de R$ 135 mil reais da conta do município.

O montante de recursos do FPM recebidos pelo município somou R$ 211.394,09. No entanto, além das deduções de saúde e educação, foram feitas três retenções, sendo uma pelo PASEP, no valor de R$ 2.113,93, e outras duas pelo INSS, uma de R$ 125.911,46 e outra no valor de R$ 9.380,79. “A conta do FPM ficou zerada”, disse o prefeito José Valdinar da Silva, manifestando preocupação.

O sequestro do dinheiro ocorreu em razão de débitos deixados pela gestão anterior junto ao INSS.

José Valdinar, prefeito de Padre Marcos

O novo prefeito disse que a retenção dos recursos compromete diretamente a sua gestão. “Além de assumir o município em precárias condições, inadimplente, com dívidas, ainda ficamos sem o dinheiro que seria utilizado para iniciar o nosso trabalho de reorganização. Estamos de mãos atadas. É uma situação de absoluta preocupação”, pontuou Valdinar. O prefeito informou que vai procurar a Receita Federal a fim de saber o real motivo da retenção.

Valdinar assumiu a gestão municipal no dia 1º de janeiro. No dia 04, após constatar parcialmente a situação em que está o município, decretou situação de emergência por 90 dias, e solicitou ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí a realização de uma auditoria no município.

Cidades na Net

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar