DestaqueMunicípiosNotíciasPolítica

Procurador Eleitoral quer a cassação de prefeita de cidade do Piauí

Procurador Eleitoral quer a cassação da prefeita de Valença

A coligação ‘Nossa União é com o Povo’ encabeçada pela candidata a prefeita Liduina Alencar (PMDB), quarta colocada nas eleições de 2016 no município de Valença do Piauí, encabeçou uma ação de investigação judicial contra a coligação ‘Um Novo Tempo’ da candidata a prefeita Ceiça Dias (PTC), eleita com maioria de votos para comandar o município a partir de janeiro deste ano de 2017. A denúncia foi oferecida ao Ministério Público, tendo o procurador Regional Eleitoral, Israel Gonçalves Santos Silva, tendo neste último dia 25 de maio emitido parecer favorável à cassação da prefeita Ceiça Dias e de seu vice Bené, pela prática de abuso de poder político.

Segundo a denunciante, o ex-prefeito Walfredo Val de Carvalho Filho, que era prefeito de Valença do Piauí durante as eleições de 2016, favoreceu a candidatura de Ceiça Dias, realizando a pintura de prédios públicos, em pleno período eleitoral, com as cores usadas na campanha da então candidata a prefeita e seu vice. Além disso, nas inaugurações de diversas obras o gestor fazia menções diretas elogiando o trabalho de Ceiça Dias e seu vice Bené, que fazem parte do mesmo grupo político do ex-prefeito Walfredo Val.

A coligação denunciante entrou com o pedido de impugnação da candidatura da prefeita junto ao juiz da comarca eleitoral de Valença do Piauí, porém, sem saber por quais razões o levaram a tão decisão, o magistrado julgou improcedente o pedido. Com a recusa em 1ª instância, os denunciantes requereram a condenação do diploma dos candidatos eleitos junto ao Ministério Público, que por meio do procurador eleitoral foi favorável à denúncia, que agora espera o desenrolar do processo no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Piauí, que está sendo apreciado pelo juiz Antônio Lopes de Oliveira.

No entendimento do Ministério Público, através do procurador eleitoral, Israel Gonçalves, a denúncia tem fundamentos sólidos e fica evidente os benefícios atribuídos aos dois candidatos eleitos com a pintura, de forma maciça na cor verde, dos prédios públicos da cidade fazendo alusão a coligação “Um Novo Tempo”, que acabou vencendo as eleições. Outra forma evidente de abuso de poder político, é o descumprimento da norma constitucional (princípio da moralidade que, por si só, ostenta a gravidade; a prática reiterada da conduta nas eleições de 2012 e 2016 pelo mesmo gestor, o o então prefeito Walfredo; as inúmeras inaugurações às véspera das eleição e, ainda, a ampla divulgação em redes sociais desses fatos atingindo muitos eleitores da cidade.

Essa ação de investigação judicial eleitoral ajuizada pela Coligação “Nossa união é com o povo”, tem como advogados José Maria de Araújo Costa, Luís Francivando Rosa da Silva e Paulo Nascimento de Araújo, que demonstram nos autos que o ex-prefeito Walfredo usou o seu ‘poder’ político para interferir nos resultados das eleições municipais de Valença do Piauí, em 2016, e assim beneficiar a candidata e prefeita eleita de sua base política.

Outro Lado

A Redação do PortalR10 tentou contato com a prefeita Ceiça Dias e seu vice Bené, mas nos telefones disponíveis no site da Prefeitura de Valença do Piauí  (89 3465-2220/89 9914-0534), ninguém atendeu as ligações.

Portal R10

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar