Municípios

Sem vagas em hospital, pacientes morrem dentro de ambulâncias no Piauí

Foto: Joãozinho Félix

O sistema de saúde da cidade de Campo Maior entrou em colapso devido ao aumento dos casos de Covid-19. O prefeito Joãozinho Félix, fez um apelo ao Governo do Estado após dois pacientes morrerem dentro de ambulâncias esperando atendimento no Hospital Regional do município.

A alta de casos de Covid-19 tem afetado o sistema de saúde do estado inteiro, com lotação dos leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, o gestor da cidade fez um apelo sobre a situação e afirmou que o Hospital Regional de Campo Maior não consegue mais atender pacientes. “Somos uma cidade com 50 mil habitantes, atendemos vários municípios da região, em torno de 22, e o hospital regional não tem uma UTI. Só temos leitos clínicos. As pessoas estão morrendo e não temos como atender. O Samu é acionado e ele não tem com fazer o atendimento, porque não se pode tirar uma pessoa que está sendo atendida na ambulância, para dar lugar a outra. Tem pessoas que são atendidas nas ambulâncias, do lado de fora do hospital. Como não temos espaço, temos que mandar para Piripiri, que já tá sofrendo com lotação. Não conseguimos mandar para Teresina, porque lá também não tem espaço”, lamentou o prefeito.

Joãozinho Félix afirmou que está desesperado e pede ajuda do Governo do Piauí. “Eu não sei mais o que fazer, porque não tem mais espaço. Já pedi ajuda ao governo, mas ele só abriu em torno de 20 leitos clínicos. Só isso. Nada de UTI. Eu estou desesperado, porque eu não sei mais o que fazer, eu preciso da ajuda do governo. Sei que somos adversários políticos, mas preciso que eles ajudem nisso, pois o município está sem qualquer estrutura para atender esses casos. Temos uma maternidade que poderia atender, mas não tivemos resposta do governo sobre um convênio para isso dar certo”, afirmou.

Campo Maior já registrou 86 óbitos da doença e tem mais de 4.042 casos confirmados da doença. “Aqui os casos só aumentam, mesmo com as medidas restritivas que foram tomadas. Temos um Centro de Covid, que atua em três turnos, e a testagem lá, cerca de 70% dá positiva, então é muito preocupante”, disse o prefeito.

Fonte: Portal R10

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar