DestaqueMunicípiosNotícias

Usina Solar em São João do Piauí pode abastecer até 300 mil casas

Usina Solar em São João do PI pode abastecer até 300 mil casas
Usina Solar em São João do Piauí pode abastecer até 300 mil casas – Foto: reprodução

O Piauí vem se destacando nos empreendimentos voltados à geração de energia renovável. E nesta terça-feira (28), o governador Wellington Dias inaugura maior usina solar da América Latina, Nova Olinda, em Ribeira/São João do Piauí. O empreendimento é uma iniciativa da empresa italiana Enel S.P.A, por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil Participações Ltda.

A região se tornou um canteiro de oportunidades, gerando diretamente mais de 500 empregos, aquecendo a economia e o desenvolvimento local. O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos, destaca o atual momento de desenvolvimento pelo qual passa a cidade. “Com investimentos significativos em energias renováveis em nossa região, é nossa responsabilidade preparar o município para o crescimento urbano que já está vindo, melhorando a infraestrutura da cidade. Mantendo o compromisso de buscar cada dia o desenvolvimento com a geração de mais emprego e renda, além disso, a energia solar é uma boa opção na busca por alternativas menos agressivas ao meio ambiente, pois consiste numa fonte energética renovável e limpa”, afirma.

Governador Wellington Dias
Governador Wellington Dias – Foto: Marcelo Cardoso/GP1

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Piauí (SEMAR) realizou em tempo recorde, a entrega das Licenças Ambientais de Operação para a usina fotovoltaica e da linha de transmissão de 500 KV da Nova Olinda – São João do Piauí/Ribeira do Piauí.

Prefeito Gil Carlos
Prefeito Gil Carlos – Foto: Marcelo Cardoso/GP1

O parque é composto por quase 930 mil painéis solares em uma área de 690 hectares — cada hectare equivale ao tamanho de um campo de futebol. Nos subparques 08, 09, 10, 11, 12, 13 e 14, estão organizados quatro Sociedades de Propósito Específicos (SPEs) para efeito de regulação: Enel Green Power Nova Olinda B Solar S.A; Enel Green Power Nova Olinda C Solar S.A; Enel Green Power Nova Olinda Sul Solar S.A e Enel Green Power Nova Olinda Norte Solar S.A.

Cada SPE constituída é composta por um ou dois subparques do Complexo Solar Fotovoltaico Nova Olinda. De acordo com a Enel, o parque será capaz de produzir energia elétrica suficiente para atender às necessidades de consumo de cerca de 300 mil casas.

Fonte: GP1

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar