DestaqueMunicípiosNotíciasPio IX

Vereadores de oposição pedem suspensão de projeto que autoriza aumento salarial para comissionados em Pio IX

Os vereadores de oposição de Pio IX vão pedir ao Ministério Público a suspensão do Projeto de Lei nº 16/2017 de autoria da Prefeita Municipal Regina Coeli Viana de Andrade e Silva, que aumenta subsídios do alto escalão do poder executivo. De acordo com a líder de oposição na câmara de Pio IX, Vereadora Eliana Bezerra (PMDB), o PL aprovado por 6 a 5 pelos parlamentares concede um aumento salarial do alto escalão piononense entorno de 40% e onera os cofres públicos em mais de 400 mil reais até o fim da presente legislatura.

“Nas redes sociais diversos populares demonstram grande indignação com a aprovação do projeto, em virtude de que, a alegação para as condições precárias de saúde, saneamento básico, estradas, geração de emprego e renda, atividades esportivas e culturais, entre outros, que o município de Pio IX vivencia, sempre foi justificada pela atual gestora e seus vereadores, secretários e demais membros do alto escalão, alegando a crise econômica vigente. Alegam que o município não tem recursos e, usaram sempre a mesma explicação para não conceder reajuste salarial para servidores municipais que, em muitos casos, já estão há 16 anos sem qualquer reajuste de salário”, explicou a peemedebista.

A bancada oposicionista formada pelos vereadores Eliane Bezerra (PMDB), Matheus Alencar (PSD), Dulcídio Antão (PP), Santinha Sousa (PDT) e Gabriel Noronha (PDT), prometem pedir auxílio do Ministério Público para que o Projeto de Lei aprovado na câmara de vereadores seja considerado inconstitucional e não surta efeitos.

Vereadores de oposição pedem suspensão de aumento de salário da prefeita, vice e comissionados – Foto: Reprodução

A redação do ÉNotícias procurou o vereador Fanuel Adauto (PHS), um dos líderes da bancada situacionista e este negou que houve aumento salarial concedido a Prefeita, Vice ou mesmo secretariado do alto piononense.

Prefeita Regina, Vice Edimar e bancada situacionista em Pio IX – Foto: Reprdodução

“Não há no projeto aumento nenhum. Não se trata de aumento salarial ou aumento real de valor. O que a Câmara Municipal aprovou foi simplesmente uma autorização para que o executivo possa reajustar o valor de acordo com o índice da inflação, exclusivamente para secretários, pois, estavam com seus salários congelados, ou seja, sem reajuste, desde 2010. O projeto previu o reajuste aos dias atuais, de forma justa, até mesmo pelas responsabilidades que recaem sobre eles. É importante afirmar que a Câmara também reajustou o vencimento dos parlamentares, contando inclusive com uma união de bancadas, em votação unânime. O que está existindo acerca do reajuste é mera politicagem, com discursos maldosos e mentirosos. Os mesmos que denunciam, que se utilizam de falso moralismo, votaram também para os seus próprios reajustes salariais”, declarou o vereador Fanuel Adalto.

Veja o Projeto de Lei Nº 16/2017:

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar