Municípios

Atual namorado de médica estava no apartamento, mas não impediu homicídio

O atual namorado da médica Caroline Nayane Brito Barbosa, 33 anos, que foi morta a facadas pelo ex-marido, em seu apartamento, será indiciado para depor novamente sobre o caso. Identificado como Gildevan, ele estava dentro do banheiro do apartamento no momento do crime.

Durante o primeiro depoimento feito à delegada Luana Alves, do Núcleo de Feminicídio de Teresina, Gildevan foi questionado sobre o porquê dele não ter agido em defesa de Caroline e da filha que presenciou o crime, porém o questionamento não foi respondido.

O segundo depoimento foi solicitado a fim de responder as brechas que ficaram após o primeiro.

De acordo informações da Polícia Militar, a médica foi morta na frente da filha, com golpes de faca na região do pescoço. Após o crime, o ex-marido levou a filha de seis anos do casal e a deixou na casa da avó.

Acidente na BR-316

Suspeitas indicam que o ex-marido da vítima morreu após sofrer um acidente, na BR-316, ele estava saindo da cidade de Teresina quando colidiu frontalmente contra uma carreta, modelo Volvo FH.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em vídeo publicado neste domingo (12/04), devido ao estado em que o corpo ficou, a identificação ainda não foi feita, porém o carro está no nome do suspeito.

Quem era Caoline Nayane

Caroline era graduada em medicina pela Universidade Federal do Piauí (2012.2), mãe de uma criança de apenas seis anos. Ela morava no condomínio Colinas do Poty, no bairro Primavera, zona Norte de Teresina.

A vítima era concursada no Hospital Getúlio Vargas (HGV). Trabalhava como médica hospitalista e plantonista também no HGV, era  plantonista no Instituto de Saúde José Gil Barbosa em Altos e e atuava em plantões no Hospital Marcolino Barbosa Ribeiro em São Pedro do Piauí.

Fonte: 180graus

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar