Destaque

Família encerra velório após pastor ter ‘visão’ de que criança estava viva

O velório de uma menina de um ano e 10 meses foi encerrado após um pastor evangélico dizer que o bebê estava vivo. O caso aconteceu na madrugada de quinta-feira (25/03), em Itaetê/BA, na Chapada Diamantina, após os médicos do Hospital Municipal constatarem a morte.

Segundo a unidade de saúde, a criança chegou ao hospital já sem sinais vitais. A equipe médica tentou reanimar a garota por cerca de 30 minutos, e o óbito foi confirmado pelo médico de plantão.

    Reprodução

A família seguiu com os procedimentos do funeral, mas durante a cerimônia, parentes da menina procuraram uma unidade de saúde da família, informando que o pastor tinha tido uma revelação e que disse a eles que a criança estaria viva.

Mesmo com atestado de morte da bebê, os familiares levaram o corpo novamente ao hospital. A criança foi novamente avaliada pela equipe médica e teve, pela segunda vez, a confirmação da morte.

A Polícia Civil informou que recebeu relatos dos familiares de que a criança teria se movido durante o velório. Como a causa da morte da garota não estava definida no laudo, expediu as guias para a perícia, que vai definir o motivo do óbito.

Fonte: G1 BA

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar