Municípios

Homem é condenado a 38 anos de prisão por matar namorada de desafeto no Piauí

Homem é condenado a 38 anos de prisão por matar namorada de desafeto no Piauí

O Tribunal Popular do Júri, da Vara Única de Altos, em decisão do dia 29 de novembro, condenou a 38 anos de prisão o auxiliar de refrigeração João Alves Maciel Neto, de 25 anos, pelo assassinato da adolescente Thais Naira, de 17 anos, e pela tentativa de homicídio contra o namorado dela Eduardo Alcides de Sousa, no dia 27 de junho de 2017.

Segundo o Ministério Público do Estado, João Neto teria tentado matar Eduardo Euclides, que também era chamado de Talysson Júnior, porque supostamente ele teria delatado que o acusado tinha participado com ele de um assalto.

Eduardo, que tinha saído recentemente da prisão, estava conversando com a namorada em uma calçada, quando dois homens em uma moto passaram pelo local e realizaram disparos. Thais Nara foi atingida com um tiro nas costas, e acabou morrendo. Já o namorado dela foi atingido com um tiro no braço.

Logo após o crime, Eduardo Euclides afirmou que João Neto era o autor dos disparos. O acusado só foi preso no dia 5 de julho de 2017.

Em depoimento, o acusado negou participação crime e alegou que estava na sua residência com a família quando o assassinato aconteceu, mas não apresentou nenhuma testemunha que comprovasse isso.

No julgamento o MP chegou apresentar uma entrevista de João Neto para um programa de televisão, onde ele afirmou que estava sendo ameaçado por Eduardo e afirmou que não tinha intenção de matar a adolescente.

Após os depoimentos, o Tribunal Popular do Júri entendeu que João Neto foi o responsável pelos disparos, por isso ele foi condenado a 38 anos por homicídio e pela tentativa de homicídio.

Fonte: G1 Piauí

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo