Destaque

Inscrição Bolsa Família 2024: novo valor e como receber os pagamentos

Os pagamentos do Bolsa Família estão confirmados em 2024! Muitas mudanças podem acontecer no programa e há expectativas de ajustes para aumentar a inclusão de novas pessoas nos depósitos mensais. Recriado em 2023, o Bolsa Família garante um pagamento mínimo de R$ 600,00 por núcleo familiar. No entanto, o valor varia de acordo com o número de integrantes na família e a presença de crianças, gestantes ou membros entre 7 e 18 anos.

A expectativa para 2024 é que os valores permaneçam ou sejam ajustados conforme a inflação do ano anterior. Até o momento, não há informações confirmadas e nem cogitações de mudanças nos depósitos. Um aumento no salário mínimo em 2024 não está diretamente ligado ao Bolsa Família, mas o governo pode ajustar o benefício básico acima da inflação para preservar o poder de compra das famílias beneficiadas.

FOTO: REPRODUÇÃO

Qual o valor do Bolsa Família 2024?

Antes de tudo, é essencial calcular o número de pessoas na família. Cada integrante tem direito a um mínimo de R$142,00, garantindo-se o valor mínimo de R$ 600,00 para famílias com menos de 4 integrantes. Apesar disso, o valor final do programa pode aumentar consideravelmente através dos benefícios adicionais de R$ 150,00 por criança entre 0 e 6 anos e R$ 50,00 por integrante entre 7 e 18 anos, ou gestante.

Quem pode receber Bolsa Família em 2024

As regras do programa são simples. Podem receber as famílias que se enquadram nos critérios de renda considerados “pobreza” ou “extrema pobreza”. Como parâmetro, o Ministério da Cidadania considera que a renda mensal máxima deve ser de R$218,00 por pessoa da família. Em outras palavras, para receber o Bolsa Família é preciso receber menos de R$218,00 por pessoa (para fazer essa conta basta dividir o valor total de ganhos pela quantidade de membros que compõem a família).

Como se registrar no Bolsa Família

O processo de cadastro inicia no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), com a opção de pré-cadastro online. Após o pré-cadastro, é necessário ir ao Cras para completar o processo e ter acesso ao benefício.

Lembre de levar os seguintes documentos (seus e dos demais membros):

Carteira de Identidade (RG ou CNH);
CPF;
Certidão de nascimento;
Carteira de trabalho;
Título de eleitor;
Certidão de casamento;
Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), se for indígena.

Novas regras

Em 2023, o programa adicionou exigências como vacinação e frequência escolar. A expectativa é que essas regras permaneçam em 2024, contribuindo para melhores condições aos beneficiários.

Após o cadastro, a consulta pode ser feita no site ou app do Cadastro Único, verificando se o perfil está ativo e os dados cadastrados estão corretos. Dúvidas podem ser esclarecidas através da Central MDS, site do Ministério do Desenvolvimento Social, aplicativo Bolsa Família, ou por meio da Cartilha do Bolsa Família.

Fonte FDR

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Portal É Notícias