Edvaldo Costa dos Santos – Foto: Reprodução

Na madrugada do último sábado (08/09), um jovem identificado como Edvaldo Costa dos Santos, foi morto e outro jovem foi baleado por um policial no município de Canto do Buriti. De acordo com a versão da polícia, o crime se deu durante uma tentativa de assalto.

Segundo o comandante da 3ª  Companhia de Canto do Buriti, capitão Hélio Pereira, o soldado estava no cruzamento entre a Avenida Marechal Dutra e Rua Olavo Bilac, quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta, modelo Honda Broz de cor vermelha.

De acordo com a PM, Edvaldo Santos que estava na garupa desceu e foi em direção ao policial com uma faca. Neste momento, o soldado se identificou como policial militar, efetuou um disparo de advertência para o chão e, ainda assim, foi atingido com um golpe de faca no abdômen.

“O policial tem a instrução do tiro de advertência, como realmente aconteceu, atirou para o chão, e ele continuou subindo no policial, que se defendeu fazendo atirando, fazendo com que o jovem viesse a óbito no local. O segundo da moto avançou e foi atingido na perna direita”, ressaltou o comandante. O rapaz que sobreviveu, identificado como Máximo dos Santos, foi encaminhado para o Hospital Tibério Nunes, onde passou por procedimento cirúrgico e permanece sob custódia na unidade de saúde. A faca utilizada por Edivaldo Costa foi apreendida pela PM.

POPULAÇÃO NEGA VERSÃO DA PM

A população de Canto do Buriti nega a versão dada pela Polícia Militar e afirmam nas redes sociais que o jovem morto não era bandido, era trabalhador, gostava de vaquejada e era bastante popular na cidade. Um verdadeiro ‘clamor se estendeu’ por todo o município que tem pedido justiça nas redes sociais.

Uma manifestação pelas ruas da cidade foi realizada e os populares pediram justiça contra a morte do rapaz. Já são milhares de comentários e compartilhamentos nas redes sociais.

Fonte: Com informações do Portal B1

Comments