EducaçãoMunicípiosPiauí

Ministério Público pede suspensão do retorno das aulas presenciais no Piauí

Ministério Público pede suspensão do retorno das aulas presenciais no Piauí

O Ministério Público do Estado do Piauí expediu recomendação ao secretário estadual de educação, Ellen Gera, e ao municipal, Nouga Cardoso, para que suspendam o retorno de aulas presenciais, antes da completa vacinação dos docentes, discentes e servidores das escolas, com adoção e acompanhamento de medidas profiláticas.

A recomendação nº 05/2021 assinada, nesta terça-feira (27), pelo promotor de Justiça, Chico de Jesus, da 42ª Promotoria de Justiça de Teresina, argumenta que foram realizadas visitas “in loco”, por amostragem, nas escolas municipais Barjas Negri, Extrema e Mário Covas e escolas estaduais Professor Florestan Fernandes, CETI Fontes Ibiapina e CETI Professora Júlia Nunes Alves, e foi contatado que as unidades não possuíam laudos técnicos-sanitários necessários para o funcionamento.

As aulas presenciais na rede municipal de ensino estavam previstas para o mês de agosto de forma gradual e híbrida.

Por conta disso, o promotor pediu aos secretários que se abstenham de promover o retorno de aulas presenciais. Também foi fixado o prazo de cinco dias para que os secretários se manifestem sobre o acolhimento ou não da recomendação.

Fonte: Portal R10

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar